Oaradgmas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4117 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UGF – Universidade Gama Filho ISET – Instituto Superior de Educação Tecnológica Campus Candelária TEC198 – Tecnologias Cooperativas para Ambiente Corporativo Prof. Jucelito Wainer – 2006.1

PARADIGMAS Meu nome é Joel Backer, sou um futurista, trabalho com corporações e instituições pelo mundo inteiro ajudando-as a melhorar suas habilidades de avaliar novas idéias e de prever mudanças. Há quasevinte anos venho estudando a mudança que tanto impede uma grande idéia nova de ser aceita e nunca foi nada diferente. Mesmo se a idéia for um modo melhor de se conduzir uma empresa ou uma descoberta cientifica, as pessoas têm sempre resistido à mudança. É tão fácil dizer não a uma idéia nova. Afinal idéias novas causam mudanças, elas destroem o “status quo”, elas criam incertezas, é sempre muitomais fácil fazer como sempre fizemos, é mais fácil talvez, mais perigoso com certeza. Idéias novas são repelidas em diretorias e linhas de produção no mundo inteiro. Idéias boas são derrubadas por pessoas que supõem que o futuro nada mais é que uma simples continuação do passado, que as idéias que nos trouxeram até onde estamos hoje são as mesmas idéias que irão nos levar até o amanhã. Em Veneza,no século XVI, este era o problema de Galileu. Ele era defensor da teoria de Copérnico de que era o Sol e não a Terra, o centro do Sistema Solar. Para provar essa teoria aos líderes da época, ele os levou ao topo da torre de São Marco e lá, usando um novo telescópio que desenvolvera, ele lhes mostrou as novas descobertas que havia feito no céu noturno. Bom, em poucas palavras esta era uma idéiarevolucionária, contradizia as observações óbvias. De fato, antagonizava tanto as vozes das autoridades que, Galileu foi ameaçado de tortura para se retratar de sua afirmação. E vocês pensam que é difícil vender idéias? No final, as idéias de Galileu venceram. Mas a grande dúvida aqui é por que a resistência? Seja no século XVI ou no século XX, o que será que nos impede de ver, aceitar e compreenderidéias novas? Pensem em algumas das idéias novas que vimos nas últimas duas décadas – de minoria lutando por seus direitos básicos até esses direitos serem garantidos por lei, de computadores de grande porte custando milhões de dólares a computadores Laptop igualmente poderosos que quase todos podem comprar, de uma atitude de que a

qualidade era um luxo para poucos à qualidade sendo umaexpectativa de todos. Essas mudanças e centenas de similares são mais do que simples melhorias, elas são revoluções. Elas estão mudando o mundo para sempre e estão nos fazendo reavaliar os velhos modos de se fazer as coisas, estão abrindo portas a possibilidades que não poderíamos ter visto antes, estão nos libertando de limites. Mesmo assim, cada uma destas idéias encontrou bastante resistência depessoas sensatas. Deixe-me perguntar de novo: “O que é que nos impede de aceitar novas idéias?” Eu sei a resposta para esta pergunta e quando vocês a souberem, estarão mais abertos a inovações, mais capazes de conduzir mudanças, estarão pronto para descobrir o futuro. Percebem? Tudo PARADIGMAS. tem a ver com os

Paradigma é uma palavra meio incomum, não se ouve todo dia. Eu encontrei há quase 20anos, durante meus estudos sobre descoberta científica. Era o termo que Thomas Khon usava para descrever um conceito em seu livro “A Estrutura das Revoluções Científicas”. Se vocês olharem paradigma no dicionário, verão que significa padrão ou modelo. Deixeme propor outra definição. Paradigmas são conjuntos de regras e regulamentos que fazem duas coisas; 1. Estabelecem limites. De certo modo, é omesmo que o padrão faz, nos dá os cantos, as fronteiras. 2. Essas regras e regulamentos então vão lhe dizer como ter sucesso resolvendo problemas dentro destes limites. Em seu livro, Thomas Khon examinava como os cientistas mudaram seus paradigmas em Física, Química ou Biologia e o que acontecia quando o faziam. O que ele descobriu pode explicar porque tantas vezes deixamos de prever grandes e...
tracking img