Nutrição esportiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NUTRIÇÃO APLICADA AO EXERCÍCIO E AO ESPORTE

FATORES GENÉTICOS

TREINAMENTO FÍSICO

DESEMPENHO FÍSICO

FATORES PSICOLÓGICOS

NUTRIÇÃO

MASSA MUSCULAR

GORDURA REPOSIÇÃO HIDRO-ELETROLÍTICA

NUTRIÇÃO

FADIGA

CONTROLE PONDERAL

REPOSIÇÃO ENERGÉTICA

Onde buscar a verdadeira
informação???

SUBSTRATO ENERGÉTICO

CONSUMO

DEMANDA

COMPONENTES DA DEMANDAENERGÉTICA DIÁRIA ♦ Taxa metabólica de repouso (TMR) (~60 a 75%)

♦ Efeito térmico dos alimentos (ETA) (~10%)
♦ Efeito térmico da atividade física (~15 a 30%)

Gasto Energético Basal: É a quantidade de energia utilizada em 24h por uma pessoa completamente em repouso, 12 horas após uma refeição, em temperatura e ambiente confortáveis.

Gasto Energético de Repouso : Muitas vezes utilizado deforma equivocada como um sinônimo do GEB corresponde ao gasto nas mesmas condições, contudo apresenta influência de fator adicional. Em geral, o GER é maior que o GEB em 10-15%.

Gasto de Energia Total: É a somatória do gasto de energia em repouso, energia gasta em atividades físicas e o efeito térmico dos alimentos, em 24 horas.

NUTRIENTES
✦ Carboidratos ✦ Proteínas ✦ Lipídios ✦ Vitaminas✦ Minerais micronutrientes ✦ Água
macronutrientes
ENERGIA

REGULAÇÃO METABÓLICA

CARBOIDRATOS

CARBOIDRATOS
Átomos de C, H, O  4,0 kcal/g  Simples  Complexos SIMPLES Monossacarídeos - 1 único açúcar por molécula Dissacarídeos - 2 açúcares por molécula COMPLEXOS Oligossacarídeos – 3 a 10 açúcares

Polissacarídeos - Moléculas complexas, com inúmeros açúcares,
resultado da condensaçãode um grande número de monossacarídeos

CARBOIDRATOS
SIMPLES
Monossacarídeos - glicose (é a forma de açúcar que circula no sangue), frutose (açúcar das frutas), galactose (parte da

lactose, açúcar do leite)
Dissacarídeos - sacarose (açúcar da cana ou beterraba), maltose (açúcar do malte e cevada), lactose (açúcar do leite) .

DISSACARÍDEOS Formados por 2 monossacarídeos Maltose =glicose + glicose

Sacarose = glicose + frutose
Lactose = glicose + galactose

CARBOIDRATOS
COMPLEXOS
Oligossacarídeos: Maltodextrina – produto intermediário da

quebra do amido, abundante em suplementos nutricionais.
Polissacarídeos: glicogênio (forma sob a qual a glicose se

armazena no organismo), amido (principal produto de reserva
vegetal - cereais, sementes, raízes, tubérculos,frutos, caules, folhas dos vegetais ex: mandioca, batata doce,...),

componentes de fibras – hemicelulose, pectinas, celulose
(resistente às enzimas digestivas)

Armazenamento: Reino vegetal – Amido Reino animal – Glicogênio

Funções: •Produção de energia • Manutenção da integridade do SNC • Metabolismo normal das gorduras • Preservação das proteínas

ENERGIA - CARBOIDRATOS
 GlicogênioMuscular (300 a 400 g)

 Glicogênio Hepático
(80 a 90 g)  Glicose Sangüínea

(5 a 10 g)
TOTAL DE ENERGIA 1500-2000 kcal

REGULAÇÃO DA GLICEMIA GLICOGÊNIO MUSCULAR E HEPÁTICO

GLICOGÊNIO MUSCULAR O estoque é destinado para o fornecimento de energia pra célula muscular.

 Toda glicose que entra na célula muscular permanece para fins
de armazenamento e geração de energia

 Duranteo

esforço

esses

estoques

são

solicitados

principalmente em alta intensidade

 Estímulos hormonais (secreção de glucagon, adrenalina e GH)
promovem a glicogenólise – hidrólise do glicogênio a glicose-1fosfato e depois a glicose-6-fosfato  Glicose-6-fosfato inicia a via glicolítica

GLICOGÊNIO HEPÁTICO Lançar glicose na circulação – manutenção da glicemia  Este fato sedeve à glicose-6-fosfatase (enzima

exclusivamente hepática  Enquanto a glicose se mantém fosforilada, não é reconhecida pelos transportadores celulares e não consegue chegar à corrente sanguínea

 O hepatócito converte a glicose-6-fosfato, produto da
glicogenólise, em glicose livre e assim consegue transportála para o meio extracelular (corrente sanguínea)

GLICOGÊNIO MUSCULAR...
tracking img