Nunca lhe prometi um jardim de rosas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (597 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 REFLEXÃO SOBRE O LIVRO: NUNCA LHE PROMETI UM JARDIM DE ROSAS

Dentro de nossa vida cotidiana, a doença mental revela-se abruptamente, desmascarando toda a realidade oculta escondida no maisprofundo âmago da sociedade. Os sinais aparecem, mas as cobranças, as apreensões e o ritmo frenético do dia-a-dia, aumentam o individualismo e as pessoas tornam-se como ilhas em cercadas de suasolidão.
Assim, fugir deste mundo hostil torna-se algo tentador e pode parecer uma medida necessária muitas vezes. Mas, quando o indivíduo deseja libertar-se das regras ou das normas impostas pelasociedade, este se torna dependente da civilização. Essa dependência faz com que o doente busque absorver o máximo do que este mundo cruel pode oferecer, para compensar, o que com saúde, não pôde ter.Quando essa possibilidade de fugir concretiza-se, dúvidas, revoltas, críticas, auto-questionamentos, estranhezas, repulsas, sentimentos de vazio, de culpa, de apatia para com o outro, para consigo oupara com o mundo, se mostram, em uma crise existencial para tentar entender a origem ou o destino de quem se perde nos emaranhados tecidos pela mente.
O mundo é tão inóspito e pode ser pelo fato de oidealizarmos demais e para o louco o mundo ilusório e a realidade são caminhos tênues e quase conectados, por mais diferentes que sejam.
Ser louco fere mais do que uma facada no peito, no peito dequem está sentindo-se louco, este sente a dor no mais profundo de seu ser. Para quem está fora desta realidade, quando se aproxima desta dor, receia sentir-se assim um dia na vida e confundir-se como louco.
Durante a doença, as pessoas se auto-analisam, procuram culpados, acusam-se umas as outras, algumas se desmontam e o louco, fica completamente comprometido com a sociedade doente,aproveita o resto de vida sadia para, talvez, caminhar a partir dali com o que aprendeu e regenerar-se, refazer-se, ou abandonar a vida e construir uma nova história, talvez, distante dessa realidade.
A...
tracking img