Novo cenario nas istituicoes de ensino superior (ies)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1166 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdades FACEL
Curso de pós Graduação em Marketing
Nome do aluno: João
Pólo: Joinville
Data de início: 01/06/12
Disciplina: Metodologia do Ensino superior
Data de entrega: 13/06/12


NOVO CENÁRIO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (IES)




INTRODUÇÃO

As instituições de ensino superior (IES) estão vivendo um cenário totalmente diferente do que viviam anos anteriores, uma novaera de concorrência entre elas foi iniciada, e isto se deve grande parte ao aumento significativo de novas instituições de ensino superior que surgiram nos últimos anos devido ao grande número de pessoas que buscam qualificação. Esta nova era sugere que os processos educacionais sejam revistos, planos estratégicos sejam adotados, uma nova abordagem principalmente para acadêmicos de formaçãocontinuada, que já trazem bagagem de conhecimentos práticos. Uma nova fase para estas instituições explorar esta fase do ambiente escolar compromete sua permanência no mercado.




DESENVOLVIMENTO



A maioria das instituições há dez anos era governamental e não havia muita necessidade de interagir, porém o cenário agora é outro, surgiram milhares de instituições de ensino superior enovos cursos não tradicionais estão iniciando, e trazendo junto, novos pensares, novas situações nunca pensadas ou vividas antes.
Especialistas apontam como proposta seguir os passos do comércio ou indústria, onde a concorrência é acirrada há anos e necessitam vários planos estratégicos, novas uniões para fortalecerem e se manterem.
“No Brasil, há mais de duas mil instituições deensino superior, das quais 90% são privadas e propõe um modelo inédito de gestão, baseada no planejamento estratégico e no uso de ferramentas de análise de competitividade entre estas instituições,” (Machado 2008).
Segundo Censo 2010 atualmente no Brasil são 29.507 cursos presenciais e a distância. O número de matrículas nesses cursos foi 6.379.299, o número de concluintes 973.839 e deingressos (considerando todas as formas de ingresso) 2.182.229.
As IES também precisam se adaptar com as mudanças ocorridas na economia e o que o mercado precisa, muda rapidamente, vemos, por exemplo, que atualmente os cursos mais procurados são os cursos tecnológicos que caíram nos gostos dos estudantes e do mercado, que necessitam de uma mão de obra especializada e também devido a duraçãodestes cursos que duram entre dois ou três anos e que tem custo menor.
O Censo 2010 confirma a trajetória de expansão da matrícula nos cursos tecnológicos, que em 2001 era de 69.797 e atingiu, em 2010, um total de 781.609 matrículas – crescimento de mais de dez vezes no período.
O crescimento dos cursos tecnológicos aponta no sentido dos investimentos na educação profissional denível superior, principalmente pela iniciativa privada, mas também pela expansão das Instituições Federais de Educação Tecnológica. O número de matrículas nas IES em cursos tecnológicos.
Marketing Educacional define os objetivos de forma consistente com os recursos disponíveis, é preciso ter ações estratégicas que permitam conquistar o mercado, conquistando novos acadêmicos e mantendo atuais.O marketing educacional chegou as instituições de ensino devido a forte concorrências entre as instituições nos últimos anos, e deve possuir posições estratégicas para auxiliar e concorrer com outras instituições. Como tudo muda muito rapidamente, as IES devem ficar antenadas ao mercado, fazer planos estratégicos alem de atrair alunos para ensino superior bem como mantê-lo, equando saírem fazerem o marketing para outras pessoas, para isso as IES precisam elaborar plano para satisfazer estes alunos bem como o corpo docente, que na atualidade estão com baixa estima e desacreditados, e possuem salários baixos, isto também compromete o plano estratégico. (COBRA e BRAGA)
A tendência educacional segue os que os países desenvolvidos já passaram, ou seja, a...
tracking img