Noticias de uma guerra particular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO/ JORNALISMO 5º PERÍODO
ALUNA: THAYANNE SALES
DISCIPLINA: SEMINÁRIO DE COMUNICAÇÃO
PROFº: VINÍCIUS

Resenha Notícias de uma Guerra Particular

Alguns assuntos ainda são tabus na sociedade. Mostrar e discutir algumas realidades é ofício para poucos. Não há espaço nem disposição para enxergar as mazelas de forma aberta. Paraisso, alguns meios se dispõem a trazer assuntos mais polêmicos à tona. A obra documental é um deles. Desde a década de 30, associa-se o filme documentário à obrigatoriedade de uma responsabilidade social. No Brasil, o documentário tem, de fato, desempenhado um forte papel de crítica. [...] Problemas como fome, falta de condições de moradia, violência, tráfico de drogas e desemprego são temasfreqüentes dos documentaristas, que, muitas vezes, tomam para si a função de denunciar os problemas que assolam a grande massa de excluídos. Devemos ressaltar ainda que, nos dias de hoje, a TV, os jornais e o cinema documental cumprem o importante papel de mediadores das classes menos favorecidas. (MELO, 2002)
Por essa razão, o gênero documental geralmente causa impacto à medida que permite que a grandemassa da população tenha acesso a uma abordagem de fatos diferente daquela sensacionalista e maniqueísta oferecida pelos veículos de imprensa.
Considerado um marco no tratamento da questão do tráfico, o documentário Notícias de uma Guerra Particular (NGP) representa bem esse viés revelador do gênero. Dirigido por João Moreira Salles, em parceria com Kátia Lund, o NGP é considerado por muitos aprimeira e mais importante radiografia profunda da questão do tráfico de drogas e armas no Rio de Janeiro. Foi lançado em 1999, e é um dos produtos do gênero que teve maior alcance público, circulando pelo exterior como extra do DVD internacional de Cidade de Deus, de Fernando Meirelles. Somente em 2005, foi lançado em DVD no Brasil. Durante 56 minutos, o cotidiano dos traficantes e moradores dafavela Santa Marta, no Rio de Janeiro, é retratado de perto. Resultado de dois anos (1997 - 1998) de entrevistas com pessoas ligadas diretamente ao trafico de drogas, com moradores que vislumbram esta rotina de perto e policiais, o documentário traça um paralelo entre as falas de todos eles, colocando-os no mesmo patamar de envolvimento em uma guerra que não é uma "guerra civil", mas uma "guerraparticular". Essa “guerra particular” a qual o título se refere, extraído de uma frase do ex-capitão do BOPE Rodrigo Pimentel, é o combate sem trégua entre policiais e traficantes nas favelas cariocas.
Na discussão das questões sociais, os três lados envolvidos na história tem voz. O morador da favela, o traficante e o policial revelam suas perspectivas em relação ao tráfico no Rio de Janeiro. Épor meio da voz desses três representantes que o documentarista monta sua visão. Fica clara sua intenção em abordar os diferentes vieses e narrar os fatos de modo distanciado.
O narrador não tem voz absoluta e onipresente. Sua presença, entretanto, não é totalmente disfarçada. A voz do documentarista aparece vez por outra entrevistando os personagens e, mesmo quando só são exibidas as respostas,ela pode ser percebida através dos enquadramentos dos entrevistados. Fica no ar a presença de um indagador por trás da montagem do filme. Isso revela bem o que Jean-Claude Bernardet prega para o documentário moderno. Mais que qualquer outro crítico, ele se detém na estrutura dramatúrgica dos filmes, nas relações temporais entre as cenas e na produção de significados através da montagem e dainteração entre som e imagem. Institui, para os documentários brasileiros, um padrão de análise mais comumente encontrado na abordagem de filmes de ficção. A atenção de Bernardet se estende com frequência ao que não está no filme. O crítico pergunta-se sobre as “limpezas” decorrentes do processo de seleção, eleição e edição característico de todo doc, sobretudo aqueles voltados para a construção da...
tracking img