Notdsdsdsd

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MÉTRICAS ASSOCIADAS AO DESENVOLVIMENTO ÁGIL DE SOFTWARE


Guilherme da S. Elias

FACENSA – Faculdade Cenecista Nossa Senhora dos Anjos de Gravataí
CEP 94010-010 – Gravataí – RS - Brasil

deixapramim@gmail.com


Abstract. This meta-article describes the use of software metrics, which once associated with the process of continuing improvement and the elimination of waste results ina higher quality control to the software development process known as "traditional", for example, the model ' Waterfall '. The approach will emphasize the importance of the use of metrics in order to measure processes in search of the same optimization, as well as products thereby increasing their quality, with all the stages that make up the software development process, including elicitation ofrequirements, analysis, design and testing.





Resumo. Este meta-artigo descreve a utilização de métricas de software, que uma vez associadas ao processo de melhoria continua e a eliminação de desperdícios resulta em um controle de qualidade superior ao processo de desenvolvimento de software conhecido como “tradicional”, por exemplo, o modelo ‘Waterfall’. A abordagem irá ressaltar aimportância da utilização de métricas no intuito de mensurar os processos em busca de otimizá-los, ou então seus produtos, contribuindo desta forma junto ao objetivo maior, a melhoria continua.





1. Introdução

Apesar de termos a impressão de que a evolução tecnológica parece multiplicar-se em matéria de inovações e descobertas com relação às demais áreas, existe uma subárea dainformática, denominada Engenharia de Software que vem enfrentando quase as mesmas dificuldades durante décadas. São dificuldades relacionadas á forma de gerir projetos, sejam elas por estimativas realizadas de forma incorreta, custo imprevisível aos olhos de quem administra, ou fatores nem tão complexos como a falta de características interpessoais dos membros destes times.

Outro fatorrelevante dá-se pelos controles realizados quase sempre de forma quantitativa e impulsiva, esquecendo ou simplesmente desconhecendo as reais necessidades da implantação de tais controles, tendo sempre por objetivo mensurar qualidade, mesmo que ainda a mesma não tenha um propósito.

Durante todo este trabalho iremos ressaltar estas carências acima descritas, de forma a adequar melhorias econtroles bem definidos junto à área de engenharia de software, utilizando metodologias, técnicas, ferramentas e artefatos em alternativa a alguns modelos ultrapassados porém ainda muito utilizados.




2. A Evolução do Software

Algumas abordagens e principalmente métodos antigos vêem perdendo espaço com o surgimento de novos paradigmas, que além de eficazes possuem como premissas arápida adaptação a mudanças, quase sempre embasadas em princípios e valores bem definidos, priorizando pessoas mais do que processos em sua evolução e procurando eliminar processos que não possuam um valor devidamente agregado.

Realizando uma breve analise entre as práticas e métodos tradicionais de desenvolvimento de software, tecnicamente comprovados como pouco eficazes em relação ásMetodologias Ágeis de desenvolvimento de software, pode-se afirmar que nenhuma das duas abordagens garante a solução de todos os problemas conhecidos dentro da engenharia de software, porém algumas destas dificuldades presentes no dia-a-dia de projetos de software foram desencadeadas pelas carências do modelo tradicional, como por exemplo, o conhecido modelo “Walterfall”, ou modelo em cascata.(PRESSMAN, 1995)(KOSCIANSKI, 2006).

Abaixo algumas destas carências:



• Cronogramas não observados ou mal elaborados;
• Projetos abandonados devido a dificuldades não previstas;
• Produtos finais (softwares) com baixos níveis de usabilidade, confiabilidade, disponibilidade e qualidade.
• Funcionalidades de sistema não atendidas completamente;
• Falta de...
tracking img