Notas do caso gloria - friederich perls

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (397 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Glória tem 30 anos, parece ser divorciada quando fala sobre como seu ex-marido agia com indiferença. Ela não especifica o motivo de ter procurado fazer terapia. Sua conversa com Perls parte deassuntos da própria terapia, relação paciente terapeuta. Gloria fica defensiva na presença do terapeuta e diz que quer mudar isso. Durante as terapias, e durante a vida mesmo, as pessoas utilizam mecanismosde defesa, que são formas conflituosas de lidar com o mundo. Gloria utilizou um deles, a projeção; ao culpar Perls por algo que estava incomodando-a, que na verdade vinha dela, e não dele. Masadiante ela reage dizendo que gostaria de estar no mesmo nível de Perls, pois para ela, ele apresenta ser superior e não se importa quando ela se irrita. Ela queria ser entendida, protegida e que os outrosestivessem ao seu nível para conforta-la e não julga-la por ser falsa. Perls a chama de falsa por ela não apresentar seus reais sentimentos. Quando ela diz estar com medo com uma cara risonha ele achama de falsa para frustra-la e demonstrar seus sentimentos. O terapeuta age, e deve agir, de forma a inquietar o paciente para que ele mesmo busque conhecer a si mesmo, entender seus sentimentos evontades. Perls faz isso, deixa Gloria frustrada em muitos momentos para que ela mesma se conheça a partir disso. O terapeuta não deve dar respostas e conselhos, mas contribuir para que o paciente mesmodescubra o que fazer e então ter seu organismo funcionando em harmonia em todos os aspectos, biológico, intelectual, emocional, etc.
A GT não tem a intenção de, através da terapia, moldar o pacientecom base em algum modelo. O objetivo principal seria “inspirar” o paciente para que ele conheça melhor a si mesmo e assim volte a estar em equilíbrio, além de experienciar melhor os momentos deawareness. Por mais que tenhamos influências de acontecimentos passados e que nossas ações agora possam influenciar ações no futuro, a única coisa que temos que é o tempo presente e é com isso que se...
tracking img