Nossa locadora de lovros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1054 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Neste trabalho será abordado todos os aspectos de o que é um microorganismo bioindicador, para o que serve e como é usado, com conceitos e exemplos.
























Desenvolvimento

O uso de bioindicadores para a avaliação da qualidade ambiental não é algo novo, tendo surgido com estudos desenvolvidos em diferentes áreas das CiênciasBiológicas, desde meados do século passado. Estudos de Botânica e Geobotânica, por exemplo, evidenciaram que era possível inferir sobre características do solo com base na presença de determinado tipo de plantas, como aquelas que são endêmicas de solos serpentinos [solos que contêm elevadas concentrações de níquel, cromo e, algumas vezes, de cobre]. Assim, um botânico, ao se deparar com essasplantas em uma mancha de vegetação, suspeitará, com grande probabilidade de acerto, de que se trata de um solo serpentino, e essa informação pode levar à descoberta de uma jazida mineral valiosa. Paralelamente, em estudos dos ambientes aquáticos, desde o início do século XX pesquisadores aprenderam a avaliar a qualidade da água por meio da presença ou da ausência de espécies, algumas característicasde águas limpas, outras de águas poluídas.
A vantagem de se utilizar os bioindicadores é que eles permitem uma avaliação mais segura, mais confiável, da qualidade ambiental. As medidas de características físicas e químicas em um ambiente são informações pontuais, como se tirássemos uma fotografia instantânea, apenas um "flash" da situação. Acontece que a qualidade de um ambiente éuma somatória de várias características, de vários fatores; assim, mesmo que o grau de deterioração em cada um dos fatores não seja tão elevado, os seres vivos, ao responderem de uma forma integrada a todos eles, nos informam sobre o conjunto. Eles [os bioindicadores] são o testemunho, pois respondem ao efeito cumulativo de todas as alterações durante um período de tempo mais longo.  Por exemplo,os liquens são bons indicadores da poluição atmosférica. Essas plantas, que são formadas pela simbiose de uma alga e de um fungo, são muito sensíveis aos poluentes atmosféricos e vão desaparecendo à medida que aumenta a poluição do ar. Isto é fácil de ser comprovado comparando o número de liquens, aquelas crostas esverdeadas ou acinzentadas que vemos sobre os troncos, encontrados em árvores de umarua do centro da cidade de São Paulo e em árvores de  uma cidade do interior, como Brotas ou São Carlos.
Hoje em dia se dá muita atenção aos trabalhos com bioindicadores, porque os bioindicadores se tornaram uma ferramenta eficiente para o monitoramento de uma variedade enorme de mudanças que estão ocorrendo rapidamente na face do Planeta. Com os bioindicadores podemos avaliarvariados tipos de poluição e contaminação, desde aquelas restritas a pequenas áreas, até as mudanças globais, como por exemplo a destruição da camada de ozônio e o aquecimento global da Terra. Assim, percebeu-se recentemente que os bioindicadores possuem aplicações práticas, são alternativas mais eficazes e mais baratas do que sofisticadas análises físicas e químicas, muito mais dispendiosas. Até oinício deste século, o número de espécies conhecidas como bioindicadores era pequeno, restrito a umas poucas dentro de cada grupo taxonômico. Atualmente, as pesquisas estão aceleradas e a prospecção de espécies indicadoras se tornou um tema prioritário.
O desenvolvimento científico e tecnológico trouxe grandes avanços para a Humanidade, mas também muitos problemas ambientais. Emconseqüência tornou-se necessário monitorar constantemente os ambientes buscando detectar, o mais cedo possível, as modificações que poderão levar à perda das funções e dos serviços prestados ao Homem pelos ecossistemas naturais. O atual cenário é de urgência em relação às pesquisas que nos informem sobre as espécies presentes e que são indicadoras da saúde dos ambientes quando se encontram...
tracking img