Normas e rotinas de enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 46 (11275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HOSPITAL EVANGÉLICO MANTENA











NORMAS E ROTINAS DOS SERVIÇOS DE ENFERMAGEM













MANTENA/MG
REV. JAN/2010






























ELABORADO: Claudineia De Oliveira (Enfermeira)
Raquel De Souza Oliveira (Enfermeira)
Pollyane Maria Ferreira
REVIZADO: Marta EditeBaia (Enfermeria Rt)































MANUAL DE NORMAS E ROTINAS

Este manual foi elaborado com uma visão conceitual de cada etapa, pois cada uma possui características próprias e é continuação da outra.
Sua clareza determina e facilita os passos a serem seguidos em cada ação e em que nível esta se enquadrará.

1 - CONCEITOS

Normas

Conjunto deregras, instituições ou leis que nortearão o serviço como um todo, devendo ser adotadas como base na administração do serviço.

Ao se elaborar uma norma, é importante observar teor de “lei ou guia“. Por isso, deve ser abrangente e de fácil compreensão.

Rotinas

Conjunto de eventos em seqüência, realizados por mais de uma pessoa no desempenho das tarefas.
Cada unidade deve possuir suasespecíficas, pois os recursos e as atividades se diferenciam entre os diversos tipos de clínica.


2 – NOÇÕES DE ASSEPSIA E ANTISSEPSIA

Conceitos:

• Assepsia: Sendo o conjunto de meios para impedir a contaminação dos materiais, havendo ausência completa de microorganismos patogênicos em um ambiente, como em salas de cirurgia, nos instrumentos usados durante as intervenções, com a finalidadede evitar a ocorrência de infecções durante as operações.
• Anti-sepsia: Emprego de substâncias químicas com o fim de inibir o crescimento numérico de microorganismos patogênicos.
• Anti-séptico: Substância utilizada para destruir microorganismo ou inibir sua reprodução ou metabolismo, aplicada por via tópica em superfícies cutâneas ou mucosas.
• Esterilização: Ação de tornar estéril; processode destruição dos microorganismos que existem na superfície ou na espessura de qualquer objeto, instrumento, etc.
• Desinfecção: Processo mediante o qual são destruídos todos os germes, com a finalidade de tornar estéreis objetos ou ambientes; pode ser praticada através de meios físicos (autoclave) ou químicos (formol).
• Microorganismos: designação comum a organismos microscópios, como porexemplo, bactérias, vírus, fungos e protozoários.
• Esporulados: Microorganismos encapsulados, resistentes até ao método de esterilização.
• Desinfetantes: Substâncias química, capaz de destruir os germes patogênicos ou não, menos os esporulados.
• Contaminação: Infecção ou contágio por meio de microorganismos patogênicos ou não, menos os esporulados.
• Bactericida: Substância que mata asbactérias.
• Bacteriostático: Substância que paralisa as bactérias impedindo a sua nutrição, o seu crescimento ou a reprodução.


3 – PESQUISA DE SINAIS E SINTOMAS

Os pacientes se dirigem aos hospitais porque precisam de observação e tratamento clínicos especializados. Portanto, a hospitalização desafia o censo de privacidade do paciente, bem como o controle de sua vida. Será preciso que opaciente abra mão, pelos menos em certo grau, de parte de sua rotina.
Deve depender de você e sua equipe para satisfazer suas necessidades fundamentais.
Dependendo da complexidade exibida pelo problema de saúde, o paciente e sua família podem também receber treinamento, aconselhamento, coordenação de serviços e ajuda para lidar com as mudanças causadas na vida diária face às mudanças no estado desaúde.
Uma assistência de enfermagem qualificada requer uma avaliação detalhada do paciente através do exame físico, detectando assim suas necessidades, para posteriormente intervirmos de maneira satisfatória e eficaz, com o intuito de sua melhora e restabelecimento, proporcionando seu retorno à sua vida privada o mais rápido possível.
• Contribuir com informações de interesse para diagnóstico,...
tracking img