Normas regulamentadoras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3877 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como finalidade abordar sobre as Normas Regulamentadoras (NRS), em especial a Norma Regulamentadora de numero seis que trata do Equipamento de Proteção Individual (EPI) .
Ao longo dos tempos esses equipamentos tem se tornado obrigatório em todas as empresas no âmbito de diminuir os impactos causados pelos acidentes de trabalho e tem cada vez maiscontribuído para melhorar a qualidade de vida no trabalho dos empregados e, conseqüentemente, salvando vidas.
Torna-se de extrema importância ressaltar os benefícios que esses equipamentos trazem ao trabalhador proporcionando a ele uma melhor condição de exercer suas atividades sem correr o risco de sofrer qualquer tipo de acidente que possa vir a interferir sua saúde e integridade física.Faz-se necessário conscientizar a todos sobre a importância do uso desses equipamentos e aperfeiçoar as práticas e os estudos sobre o comportamento humano garantindo o aprendizado da verdadeira segurança para que os funcionários hajam da maneira correta de se trabalhar seguramente e reconheçam os perigos que o descuido acarreta fazendo com que todos optem pela saúde e pela sobrevivência.1.A CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, a CIPA, foi criada pela Lei 1842/2000, é o órgão disposto para os todos trabalhadores para que possam tratar de suas prevenções de acidentes de trabalho, condições do ambiente de trabalho e também de todos os perigos que possam vir a afetar tanto sua segurança quanto sua saúde.
Regida pela Consolidação das Leis do trabalho,a CLT e pela Norma Regulamentadora número 5, e devidamente estabelecida pelo Ministério do Trabalho, a CIPA tem como principal objetivo a prevenção de possíveis acidentes de trabalho através da união de empregadores e empregados para melhor atender as necessidades básicas de segurança e saúde a fim de melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores e de seu ambiente de trabalho promovendo obem-estar de todos.
De acordo com a CIPA todas as pessoas que prestam serviços de natureza não eventual sob dependência e troca de salário é considerado empregado.
Após um grande número de acidentes e doenças corriqueiras ocorridas dentro do ambiente de trabalho envolvendo o empregado, a CIPA foi determinada obrigatória dentro dessas empresas para que pudessem ser minimizados ossignificativos casos de acidentes e doenças.
A composição desse órgão se dá através de representantes da empresa e dos empregados atendendo as condições mínimas estabelecidas pelo quadro da NR número 5, os estabelecimentos que não se encaixarem neste quadro deverão ter uma pessoa para que possa ser responsável pelo cumprimento da norma.
Compete a CIPA as seguintes responsabilidades:-identificar os riscos do processo de trabalho e elaborar o mapa de riscos;
-elaborar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho;
-participar da implementação e do controle da qualidade das medidas de prevenção necessárias;
- realizar, periodicamente, verificações nos ambientes e condições de trabalho;-realizar, a cada reunião, avaliação do cumprimento das metas fixadas em seu plano de trabalho e discutir as situações de risco que foram identificadas;
- divulgar aos trabalhadores informações relativas à segurança e saúde no trabalho;
- participar, com o SESMT, onde houver, das discussões promovidas pelo empregador;
- requerer ao SESMT, quando houver,ou ao empregador, a paralisação de máquina ou setor onde considere haver risco grave e iminente à segurança e saúde dos trabalhadores;
- colaborar no desenvolvimento e implementação do PCMSO e PPRA e de outros programas relacionados à segurança e saúde no trabalho;
- divulgar e promover o cumprimento das Normas Regulamentadoras;
- participar, em conjunto...
tracking img