Normas ABNT

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1169 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto

ESCOLA SENAI “HERMENEGILDO CAMPOS DE ALMEIDA”
CURSO DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL
MECÂNICO DE USINAGEM


Nome do aluno



TECNOLOGIA MECÂNICA III
TEMA DO TRABALHO






Guarulhos
2014
TECNOLOGIA MECÂNICA IIi








TEMA DO TRABALHO









Guarulhos
2014
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 4
2 DESENVOLVIMENTO 5
2.1 Corpos de prova 5
2.2Aparelhagem 5
2.3 Recomendações gerais 6
2.4 Metodologia 7
2.5 Materiais utilizados 7
2.6 Procedimentos experimentais 9
2.7 Resultados 13
3 CONCLUSÃO 14
4 REFERÊNCIAS 15

INTRODUÇÃO
Em virtude da complexidade das operações de estampagem de chapas, as simples medidas de propriedades mecânicas obtidas pelo ensaio de tração são devalor limitado. Assim, foram desenvolvidos alguns ensaios simulativos para avaliar a estampabilidade das chapas metálicas.
Destaca-se entres os métodos existentes o ensaio de embutimento Erichsen. Deve-se, entretanto enfatizar que existem inúmeros ensaios para a avaliação da estampabilidade, a maioria deles não é padronizada. As variantes entre os diversos métodos são basicamente as diferenças entreformas de punções e corpos de prova.
















DESENVOLVIMENTO
O ensaio Erichsen (mais utilizado na Europa e Japão) consiste em estirar um corpo de prova em forma de disco de 0,3mm a 5mm até o surgimento de uma ruptura incipiente, medindo-se então a profundidade do copo assim formado. Esta profundidade, expressa em milímetros, representa o índice de ductilidade Erichsen(IE).
O disco de chapa é inicialmente fixado entre a matriz e o anel de sujeição com carga de 1.000 kgf. O estampo tem formato esférico com diâmetro de 20mmm. A cabeça do estampo é lubrificada (normalmente com uma graxa grafitada termo resistente). O ensaio submete a peça primeiramente a um estiramento biaxial, e o resultado obtido é influenciado pela espessura da chapa.

CORPOS DE PROVA

Ocorpo de prova, como já mencionado tem formato de um disco, com diâmetro de 90mm. A espessura nominal da chapa para o teste pode variar entre 0,3 mm e 2mm representados por IE. Existem também dispositivos capazes de ensaiar chapas com espessura nominal até 5mm representados por IE40.
Também deve-se salientar que o corpo de prova não deve sofrer nenhum tratamento térmico mecânico ou químico queinterfira nas características mecânicas do material.

APARELHAGEM

A máquina de ensaio deve constar de uma matriz, um anel de fixação e um penetrador, acoplado a um dispositivo de medição do seu curso, com graduação de 0,1mm.








Foto 01: Anel graduado do penetrador

Fonte: SILVA, 2014



RECOMENDAÇÕES GERAIS

A velocidade do estampo deve ficar entre 0,08 e 0,4 mm/s. O fimdo teste corresponde ao ponto de queda da carga, causado pela estricção da chapa. Se a máquina de teste não for equipada com um indicador de carga, o ponto final do teste é definido pelo aparecimento da estricção ou pela fratura do corpo de prova na região do domo.
Sob as mesmas condições o ensaio Erichsen fornece maior ductilidade que Os demais ensaios utilizados, devido à diferente dimensãodo estampo. Para idênticos materiais, em cada ensaio a medida da ductilidade aumenta de modo aproximadamente linear com a espessura.
Além do índice de ductilidade, esses ensaios fornecem indicações qualitativas sobre a granulação do material e, a partir da localização e do aspecto da trinca formada, podem-se obter informações sobre a homogeneidade, o fibramento mecânico, defeitos locais, etc.
Emteoria o teste Erichsen é de estiramento puramente biaxial. Desta forma deveriam se correlacionar com parâmetros de estiramento, especialmente o coeficiente de encruamento. Os dados de teste, entretanto mostram bastante dispersão, devido à fricção entre a superfície do estampo e o corpo de prova. A correlação entre os valores de diferentes testes pode ser melhorada quando se usa um sistema de...
tracking img