Norma de defeitos de pavimentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1906 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DNIT

NORMA DNIT 005/2003 - TER

Defeitos nos pavimentos flexíveis e semi-rígidos
Terminologia

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES
Autor: Diretoria de Planejamento e Pesquisa / IPR
DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES
DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E
PESQUISA
INSTITUTO DE PESQUISAS
RODOVIÁRIAS
Rodovia Presidente Dutra, km 163
Centro Rodoviário – Vigário Geral
Rio de Janeiro –RJ – CEP 21240-330
Tel/fax: (0xx21) 3371-5888

Processo: 50.600.004.023/2002-72
Origem: Revisão da norma DNER-TER 001/78
Aprovação pela Diretoria Executiva do DNIT na reunião de 06/08/2003

Direitos autorais exclusivos do DNIT, sendo permitida reprodução parcial ou total, desde que
citada a fonte (DNIT), mantido o texto original e não acrescentado nenhum tipo de propaganda
comercial.
Nºtotal de
páginas
12

Palavras-chave:
Pavimentação, deformação, defeitos, terminologia

Resumo

Prefácio

Este documento define os termos técnicos empregados

A presente Norma foi preparada pela Diretoria de

em defeitos que ocorrem nos pavimentos flexíveis e

Planejamento e Pesquisa, para servir como documento

semi-rígidos e serve para padronizar a linguagem

base nautilização de termos técnicos rodoviários,

adotada na elaboração das normas, manuais, projetos e

referentes a defeitos nos pavimentos flexíveis e semi-

textos relativos aos pavimentos flexíveis e semi-rígidos.

rígidos. Está baseada na norma DNIT 001/2002 – PRO
e cancela e substitui a norma DNER - TER 001/78.

Abstract
This document defines technical terms referring to

1

Objetivodistress in flexible and semi-rigid pavements and aims

Esta terminologia define os termos empregados em

standardizing the language used in the making of

defeitos que ocorrem nos pavimentos flexíveis e semi-

standards, manuals, proposals and other texts about

rígidos.

flexible and semi-rigid pavements.
2

Referências bibliográficas

Sumário
Prefácio...................................................................... 1

Os documentos relacionados neste item serviram de
base à elaboração desta Norma e contêm disposições

1

Objetivo .............................................................. 1

que, ao serem citadas no texto, se tornam parte

2

Referências bibliográficas .................................. 1

integrante desta Norma. As ediçõesapresentadas são

3

Definições .......................................................... 2

as que estavam em vigor na data desta publicação,
recomendando-se que sempre sejam consideradas as

Anexo A (normativo)
Quadro resumo dos defeitos codificação e classificação ......................................... 4

edições mais recentes, se houver.

Anexo B (informativo)
Representaçãoesquemática dos defeitos ocorrentes
na superfície dos pavimentos flexíveis e semi-rígidos 5

méthode

Anexo C (informativo)
Representação fotográfica – defeitos nos pavimentos 6
Índice Geral................................................................ 12

a)

AUTRET,

P.;

BROUSSE,

assistée par

J.

ordinateur

VIZIR:
pour

l’estimation des besoins en entretien d‘unréseau routier. Paris: LCPC, 1991.
b)

DOMINGUES,

F.

A.

A.

Manual

para

identificação de defeitos de revestimentos

DNIT 005/2003-TER

2

asfálticos de pavimentos. São Paulo: F. A.

3.1.2.1 Trinca isolada

A. Domingues, 1993.
c)

a)

ENECON; INGEROUTE; RIO GRANDE DO

Trinca transversal

SUL. Departamento Autônomo de Estradas
de Rodagem. Catálogo das deterioraçõespredominantemente ortogonal ao eixo da

dos pavimentos. Porto Alegre, 1978.
d)

Trinca

via. Quando apresentar extensão de até

NATIONAL
Strategic

RESEARCH
Highway

pavement

performance

apresenta

direção

curta. Quando a extensão for superior a

Program.

100 cm denomina-se trinca transversal

Distress identification manual for the longterm

que

100 cm...
tracking img