Nordeste insurgente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1724 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA MATA SUL – FAMASUL

NORDESTE INSURGENTE

José Fragoso de Lima Neto

PALMARES – PE
2012
JOSÉ FRAGOSO DE LIMA NETO

NORDESTE INSURGENTE

Trabalho de curso proposto ao VI período de Licenciatura Plena em História, através da disciplina História do Brasil, com o objetivo de entender as grandes revoluções.
Orientadora: Profª. Vera

PALMARES –PE
2012
INTRODUÇÃO

O nordeste brasileiro é sem dúvida, dentre as várias regiões brasileiras, a que apresenta as maiores cicatrizes das mazelas ocasionadas pela exploração colonial, pela política mercantilista e pela implantação do capitalismo vigente. Base da nossa colonização, traz em si uma série de elementos construídos historicamente, aliados aos antigos e perpetuados problemas climáticos,que explicam hoje o atraso da região, como também,  a existência do latifúndio, da política clientelista e da pobreza generalizada.

A Revolução Pernambucana de 1817
A chegada da Família Real Portuguesa, a partir de 1808, estabeleceu uma série de transformações que determinaram maior liberdade econômica às elites agroexportadoras do país. Contudo, essas regalias também foram seguidas pelaelevação dos impostos para o financiamento de conflitos em que Dom João VI havia se envolvido. Ao mesmo tempo, observamos que os comerciantes portugueses foram notadamente beneficiados com regalias que ampliavam os lucros da chamada “nobreza da terra”.
Tais medidas chegaram à região de Pernambuco no momento em que os produtores sofriam com a flutuação do açúcar e do algodão no mercadointernacional.Mediante essa dificuldade econômica, grande parte da população tinha grande dificuldade para pagar os impostos estabelecidos pela Coroa Portuguesa. Isso tudo ocorria em um tempo no qual os ideais de liberdade e igualdade do iluminismo rondavam alguns quadros da elite intelectual da época.
Nesse contexto de tantas insatisfações e problemas, os proprietários de terra e outros brancos livres pobresorganizaram o movimento que eclodiu em março de 1817. Após derrotarem as tropas defensoras de Portugal, os revoltosos formaram um governo provisório composto por cinco membros. Além disso, estabeleceram a formação de um grupo de emissários que difundiriam o movimento em outras capitanias do Brasil e algumas nações europeias.
Logo que soube do ocorrido, o governo português organizou tropas na Bahiae no Rio de Janeiro com o objetivo de abafar o levante. Enquanto as tropas terrestres tomavam as regiões do interior, a cidade do Recife foi cercada por embarcações que interromperam a comunicação da capitania com outras regiões. Os lideres acabaram sendo presos e executados. Dessa forma, o governo lusitano preservava a sua hegemonia política através da força das armas.

A Confederação doEquador
O autoritarismo que marcou o processo de outorga da Constituição de 1824 inaugurou uma fase na história política do Brasil, onde a centralização política se transformou em uma prática severamente questionada. Mesmo contando com alguns princípios de natureza liberal, a Constituição de 1824 também foi marcada por uma série de dispositivos contrários ao seu aparente liberalismo. A centralizaçãodos poderes acabava gerando a insatisfação de muitos dos representantes políticos do período.
Tomado por essa orientação contraditória de sua carta constitucional, o governo de Dom Pedro I acabou sendo alvo de diversos ataques políticos bem como de revoltas. Naquele mesmo ano, inspirados pelos levantes de 1817, um grupo de habitantes de Pernambuco iniciou um movimento antimonarquista. Tal oposiçãooriginou-se nas constantes crises da economia regional e as cargas tributáriasimpostas pelo governo.
Como se não bastasse sua situação desoladora, os pernambucanos sentiram o peso do autoritarismo real quando D. Pedro I depôs o então governador, Manuel de Carvalho Paes de Andrade, e indicou um substituto para o cargo. A troca do governo seria o último episódio que antecedeu a formação do...
tracking img