Noite na taverna

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4852 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO METODISTA EM ITAPEVA
ENSINO MÉDIO






LITERATURA
“NOITE NA TAVERNA - ÁLVARES DE AZEVEDO”







PROF.ª JAQUELINE AP. SERIGATTO





AUTORA:
VICTORIA SILVEIRA GOMES







Itapeva – SP
2012
AUTORA
VICTORIA SILVEIRA GOMES







LITERATURA
“NOITE NA TAVERNA – ÁLVARES DE AZEVEDO”






Objetivo:Analisar e compreender a obra Noite na Taverna de Álvares de Azevedo.






PROF.ª. JAQUELINE AP. SERIGATTO





Itapeva-SP
2012






























"É preferível morrer por amor que viver sem ele.”
Sumário


Introdução 5
Biografia do Autor 6
Resumo da Obra 7
Uma Noite no Século7
Solfieri 7
Bertram 7
Gennaro 8
Claudius Hermann 9
Johann 10
Último Beijo De Amor 10
Personagens 11
Recursos de Expressão 13
Tempo 14
Espaço 15
Ambiente 16
Narrador 17
Estilo 18
Movimento Literário 19
Conclusão 20
Referências Bibliográficas 22




Introdução


Noite na Taverna é uma obra de Álvares de Azevedo, publicado postumamente no ano de 1855. Neste livro, Álvaresrevela porque ficou conhecido como o “Byron Brasileiro”.
O livro está dividido em sete capítulos. O primeiro capítulo faz uma introdução, traça o cenário e apresenta os personagens. O último finaliza a história anterior e o livro simultaneamente, dando caráter de realidade às histórias narradas pelos cinco personagens. O diálogo inicialmente entre Satã e Macário, que é final de outro livro deÁlvares de Azevedo, Macário demonstra que o que vai ser lido será algo cheio de vícios.
Numa taverna, em noite escura de tormenta, entre mulheres bêbadas e adormecidas, jovens boêmios resolvem, por desafio, contar casos verdadeiros e escabrosos que tivessem vivido.
Visivelmente artificiais, as narrativas recebem certa dose de magia, e se estas não são verossímeis, pelo menos disfarçam suasincoerências pela atração com que o autor conduz a imaginação, fazendo com que se pareçam reais.
Na última narrativa, a presença física de personagens mencionadas em uma narrativa anterior, faz com que todo o ambiente fantástico e irreal se legitime como verídico.
O livro é composto por três básicas características:
• Amor;
• Morte (ocasionada pelo amor, crime ou violência);
• Bebida (aose lembrarem das dolorosas lembranças, as personagens se embriagam para esquecerem suas dores).
Biografia do Autor

Manuel Antonio Álvares de Azevedo nasceu em São Paulo, 12 de setembro de 1831, filho do então estudante de Direito Inácio Manuel Álvares de Azevedo e de Maria Luisa Mota Azevedo, ambos de famílias ilustres. Segundo afirmação de alguns de seus biógrafos, teria nascido nasala da biblioteca da Faculdade de Direito de São Paulo; averiguou-se, porém, ter sido na casa do avô materno, Severo Mota. Escritor e poeta romântico, foi em tudo coerente com as opções estéticas do Romantismo: foi genial, culto, precoce e construiu uma obra pequena, porém clássica, dentro da Língua Portuguesa, morrendo, provavelmente, de complicações da tuberculose, aos vinte e um.
Álvaresde Azevedo escreveu Noite na Taverna durante os anos que passou estudando na Faculdade de Direito de São Paulo, de 1848 a 1851. A capital paulista era, então, habitada por não mais de 15 mil pessoas, que viviam escandalizadas com as aventuras devassas de uma sociedade secreta de estudantes, fundada em 1845, conhecida como “Sociedade Epicuréia”. Seus membros, alunos da Academia, chamavam-se uns aosoutros pelos nomes de personagens do Lord Byron e tinham, como objetivo principal, colocar em prática as “extravagantes fantasias” do poeta inglês. Realizavam orgias intermináveis e, diz a lenda, cerimônias macabras nos cemitérios paulistanos.
Os contos de Noite na Taverna retratam perfeitamente as orgias ditas “byronianas”, reais ou imaginárias, dos colegas do seu tempo. Ficaram...
tracking img