ninguem nasce moral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de julho de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
2- Faça o fichamento da teoria de kohlberg.
3- Destaque a semelhança as semelhanças e diferenças entre Piaget e kohlberg.
4- O egocentrismo infantil é um elemento constitutivo de determinada fase desenvolvimento intelectual, afetivo e moral da criança. O que dizer dos adultos que não perderam esse traço?
5- Lei a citação de Barbara Freitag e responda as questões.
“os gregos diferenciam, comosabemos, entre dois conceitos distintos de tempo: kronos e kairós. O primeiro conceito refere-se à passagem continua do tempo (donde, cronologia) e o segundo conceito refere-se ao momento certo, maduro, para certos eventos. Há, também, no caso da psicogênese infantil, momentos certos (kairós) para promover pensamento lógico, a moralidade autônoma e a competência linguística. Sociedades que seomitem e não fornecem as condições materiais e sociais adequadas para as novas gerações nos momentos certos perdem a oportunidade de criar cidadãos maduros, capazes de assumir com responsabilidade e autonomia suas funções na sociedade.” (Barbara Freitag. Itinerários de Antígona: a questão
da moralidade. Campinas: Papirus, 1992. p.283.)
a) Por que, segundo Piaget e kohlberg, o desenvolvimento dopensamento lógico e da moralidade não diz respeito a apenas a uma evolução mecânica do psiquismo infantil?
b) Analisando as teorias de Piaget e kohlberg, em que sentido podemos destacar o conceito de kairós na educação moral?
c) O conceito de kairós nos coloca diante da questão de políticas que envolvem a intenção de educar moralmente as crianças. Explique o por quê.
6- A partir da seguinte citaçãode mostesquieu (século XVIII) identifique os três níveis da moralidade segundo kohlberg.
“se eu soubesse de algo que fosse útil a mim, mas prejudicial a minha família, eu o rejeitaria o meu espírito. Se sobesse de algo útil a minha família, mas não á minha pátria procuraria esquece-lo, se soubesse de algo útil á pátria , mas prejudicial à Europa, ou então útil à Europa, mas prejudicial ao gênerohumano, consideraria isso um crime.” (Montesquieu. Mes pensées. Em: Oeuvres completes. v. I. Paris: Gallimard, 1958.p.981.)
Segundo kohlberg há três níveis de moralidade cada um com dois estágios, o primeiro é nível pré-convencioal caracterizado pela moraliade heterônoma. No primeiro estagio as regras morais são dadas pela autoridade e
aceitas de modo incondicional e no perspectiva sócio-moralo ponto de vista egocêntrico é predominate. No segundo estágio inicia-se o processo de descentração e a moral é individualista, estabelecendo-se troca e acordos.
O segundo é o nível convencional , onde se valoriza o reconhecimento do outro. O terceiro estágio, predomina as relações inter pessoais e a identificação com a s pessoas do grupo a q se pertencem, esse grupo começa a ter prioridade sobreo indivíduo e prevalece a “ regra de ouro”, tratar bem o outro como gostariamos de ser tratado. No quarto estágio, as relações individuais organizam-se do ponto de vista do sistema, tendo em vista o bem estar da sociedade ou de grupos.
O terceiro nível é o nível pós-convencional, é o nível mais alto da moralidade, onde as pessoas começam a perceber os conflitos entre as regras e o sistema. Noquinto estágio a perspectiva do sistema prevalece devido à forte obediência às regras às leis, porém reconhece haver enorme variedade de valores e opiniões e que existem conflitos inconciliáveis entre o legal e o moral. No sexto e último estágio, os comportamentos morais regulam-se por princípios racionais e universais de justiça e reconhecem a validez das leis e contratos, pois apoiam-se emprincípios.
7- Em grupo, escolha uma das orientações de educação moral expostas no tópico 5, “outras tendências”.
a) Indique possíveis criticas que Kohlberg faria a essa orientação.
Os valores religiosos: de acordo com a teoria de Kohlberg­­ a educação moral deveria evoluir segundo os níveis de moralidade, porém como os valores religiosos são fundamentados em valores absolutos, com o passar do tempo...