Nicolau maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Um livro Dorling Kindersley www.dk.com
Editor de projeto: Sam Atkinson • Designer de projeto: Victoria Clark • Gerente de produção: Rita Sinha • Composição eletrônica: John Goldsmid • Editora-executiva: Debra Wolter • Editora-executiva de arte: Karen Self • Diretor de arte: Bryn Walls • Diretor editorial: Jonathan Metcalf Contribuições adicionais de texto por Daniel Cardinal, Michael Lacewing eChris Horner.

Produzido para DK por

Prefácio 10
Editores: Marek Walisiewicz, Kati Dye, Louise Abbott, Jamie Dickson, Maddy King • Editores de arte: Paul Reid, Lloyd Tilbury, Pia Ingham, Darren Bland, Claire Oldman, Annika Skoog

Capítulo Um

Título original: Eyewitness Companions: Philosophy Copyright © 2007 Dorling Kindersley Ltd. Copyright da edição brasileira © 2008: Jorge ZaharEditor Ltda. rua México 31 sobreloja 20031-144 Rio de Janeiro, RJ tel.: (21) 2108-0808 / fax: (21) 2108-0800 e-mail: jze@zahar.com.br site: www.zahar.com.br Todos os direitos reservados. A reprodução não-autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação de direitos autorais. (Lei 9.610/98) Copidesque: Luciana Aché Revisão tipográfica: Eduardo Monteiro e Eduardo Faria Composiçãoeletrônica: Susan Johnson Reprodução em cores: GRB, Itália Impresso e encadernado na China por Leo Paper Products

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA
O que é filosofia? 14

Capítulo Dois

A HISTÓRIA DA FILOSOFIA
Os antigos 24 O mundo medieval 30 Os primeiros modernos 34 A Idade Moderna 40

SUMÁRIO
Capítulo Três

RAMOS DA FILOSOFIA
Introdução 46 CONHECIMENTO 49 Ceticismo 50 O que é conhecimento? 58Razão e experiência 66 METAFíSICA 75 Platão e as idéias 76 Dependência da mente 82 FILOSOFIA MORAL 101 O que eu devo fazer? 102 Então, o que é moralidade? 112 FILOSOFIA DA MENTE 123 O enigma da consciência 124 Poderia uma máquina pensar? 132

FILOSOFIA DA RELIGIÃO 139 Deus existe? 140 O problema do mal 153 Fé e razão 157

FILOSOFIA DA CIêNCIA 179 O problema da indução 180 Falsificacionismo 186Capítulo Quatro

KIT DE FERRAMENTAS DA FILOSOFIA
Introdução 192 Argumentação 194 Falácias 198 Ferramentas de pensamento 212
Capítulo Cinco

QUEM É QUEM NA FILOSOFIA
Introdução 228 Quem é quem 230 FILOSOFIA POLíTICA 161 O ideal liberal 162 O bem comum 172 Índice 346 Agradecimentos 351

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA

Algumas das questões mais estimulantes, enigmáticas e importantes jáformuladas são filosóficas. Elas podem desafiar nossas crenças mais fundamentais. Este capítulo pergunta: o que são questões filosóficas e como os filósofos tentam respondê-las?

Todos nós temos crenças filosóficas
A filosofia é por vezes rejeitada como uma disciplina com “a cabeça nas nuvens”, sem relevância para a vida cotidiana. A verdade é que ela pode ser, e com muita freqüência é, de fato muito relevante.Embora talvez sem o perceber, todos temos crenças filosóficas. Tenho certeza, p.ex., de que você, como eu, supõe que o passado é um guia razoavelmente confiável para o futuro. Essa é uma crença filosófica. Podemos acreditar que Deus existe. Ou podemos acreditar que não. Essas também são crenças filosóficas. Alguns crêem que temos almas imortais, enquanto outros supõem que somos seres puramentemateriais. Muitos acreditam que as coisas são moralmente certas ou erradas independentemente do que possamos supor, enquanto outros afirmam que certo e errado são uma questão de preferência subjetiva. Cremos que o mundo que vemos à nossa volta é real e que existe mesmo quando não o observamos.

A HISTÓRIA DA FILOSOFIA

Finda a Idade Média, um espírito de renascimento intelectual e artístico floresceu naEuropa. Nesse período de inovação e descoberta, surgiu uma nova cepa de pensadores que contestou as idéias medievais ortodoxas sobre a ordenação do Universo e da sociedade.

O humanismo e a ascensão da ciência
O Renascimento representou a emergência de um novo humanismo nas artes e de um espírito revigorado de descoberta nas ciências. Começou na Itália em meados do séc.XIV e espalhou-se...
tracking img