Nicolau maquiavel - estudo de suo biografia e obra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NICOLAU MAQUIAVEL
ESTUDO DE SUA BIOGRAFIA E OBRA








Professor: Cláudio
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
São Paulo
17 de Junho de 2011
Introdução
Mais de quatro séculos nos separam da época em que viveu Maquiavel. Muitos leram e comentaram sua obra, mas um número consideravelmente maior de pessoas evoca seu nome ou pelo menos os termosque aí tem sua origem. "Maquiavélico e maquiavelismo" são adjetivo e substantivo que estão tanto no discurso erudito, no debate político, quanto na fala do dia-a-dia. Mas para entender Maquiavel em seu real contexto, é necessário conhecer o período histórico em que viveu, suas teorias e pensamentos. É exatamente isso que vamos fazer.
1. Vida
Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, Itália em1469. Esse estado era controlado pela igreja presidida pelos Medicis, a desordem e a instabilidade eram incontroláveis com invasões das poderosas nações vizinhas, França e Espanha. Por influencia do pai, desde pequeno aprendeu a conviver com os livros, principalmente os clássicos. Passou o resto de sua infância e adolescência, em um cenário conturbado aonde a maior parte dos governantes nãoconseguiam se manter no poder por mais de dois meses.
Passam-se muitos anos sem noticias de Maquiavel, em 1498 tem-se uma primeira noticia dele já exercendo um cargo de destaque na vida publica. Neste ano, Savonarola, que substituirá os Medicis, é deposto, enforcado e queimado. É desta época a preocupação de Maquiavel com a figura política do chamado “profeta desarmado que nada pode contra a força”pois encontra muitos outros casos de príncipes sem exércitos que acabam caindo em desgraça.
Em 1512 os Medicis retomam o poder,caindo portanto o governo republicano de Soderini e Maquiavel é cassado e preso. Chega a ser torturado. Fica preso 22 dias porém com a ascensão do papa Leão X(um Medici) há uma anistia geral.
Isola-se então em sua propriedade rural e vive em ostracismo político. Éneste período que escreve “O Príncipe”, fruto de sua intensa observação e vivência no mundo político. Sua vida é rotineira e simples como ele descreve em uma carta enviado ao amigo Francisco Vetor, a quem confia vários pedidos de intercessão junto aos Medici para voltar a vida pública. A obra é então dedicada aos Medici na esperança de ser reconduzido a um emprego publico; porém os tiranos o vêemcomo um republicano. Somente em 1520 é lembrado e convidado a escrever sobre Florença. Após isto os Medici caem novamente e em 1527 a república é restaurada. É então identificado como alguém que tinha ligações com os tiranos(Medicais) e definitivamente esquecido. Adoece e morre neste mesmo ano.Além do “O Principe”, Maquiavel escreve outras obras em seu exílio: “Os discursos sobre a primeira décadaTito Lívio”, um livro sobre “A arte da guerra”; “Historia de Florença” e a comédia “ A Mandragora”.
2.Principios Maquiavelicos
A frase que mais justifica as obras de Maquiavel é: “ Os fins justificam os meios”.Seu desejo era ver toda a poderosa Italia unificada nas mãos de um monarca determinado que defendesse seu povo sem medir esforços.
Para Maquiavel, um principe não deve medir esforçornem exitar mesmo diante da crueldade ou da trapassa, se o que estiver em jogo for a integridade nacional e o bem de seu povo.
Algumas frases de Maquiavel:
"Não se pode chamar de "valor" assassinar seus cidadãos, trair seus amigos, faltar à palavra dada, ser desapiedado, não ter religião. Essas atitudes podem levar à conquista de um império, mas não à glória"
"Homens ofendem por medo oupor ódio"
"Assegurar-se contra os inimigos, ganhar amigos, vencer por força ou por fraude, faze-se amar a e temer pelo povo, ser seguido e respeitado pelos soldados, destruir os que podem ou devem causar dano, inovar com propostas novas as instituições antigas, ser severo e agradável, magnânimo e liberal, destruir a milícia infiel e criar uma nova, manter as amizades de reis e príncipes, de...
tracking img