Nicolau de cusa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (397 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
| |




































Aluno: Franck Charles Carvalho da SilvaTUCURUÍ - PARÁ
2012

| |



| |




































Disciplina: História do Pensamento Ocidental II
Docente:Prof. Joniel Abreu








































TUCURUÍ - PARÁ
2012
| |

NICOLAU DE CUSA


Nicolau Krebs nasceu em Cusa no ano de1401. É uma das mais importantes personalidades filosóficas do século XIV, renovador do pensamento platónico na época do Renascimento.
Doutor da Universidade de Pádua em 1424, participa noConcílio de Basileia em 1431. Representou o papa no Oriente em 1437 e na Alemanha de 1438 a 1448. Cardeal, acabou por residir em Roma.
A Douta Ignorância é o resultado de uma visão reveladora decariz teológico, que Nicolau teve numa noite do mês de Novembro do ano de
1437.
Deus não tem atributo e escapa a tudo com que o queiramos relacionar. Assim, pela negação, resta-nos a ignorânciaconsciente, que pela pacificação da mente permitirá a nossa ascensão e união mística à divindade.
Reconhece a sua ignorância, chamando-lhe “douta ignorância”, única atitude possívelperante Deus.
Deus é o Ser, a perfeição das perfeições, algo cuja grandeza não poderá nunca ser ultrapassada. Deus é o infinito. O que é finito não pode aceder ao infinito. Quando sei que nãoconheço Deus, quando sei que não sei quem é Deus, estou em contato com o fundamento do meu conhecimento.
Deus é a essência do mundo e está nele, na sua unidade, mas não nas coisas.
Serápossível encontrar Deus? Nicolau responde: “Sê teu e serei teu”. O homem deve reconhecer a absoluta transcendência do divino, a sua infinitude, bem como a sua própria finitude e ignorância, aceitando...
tracking img