Neurologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4312 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IGUAÇU – UNIGUAÇU DISCIPLINA DE BIOFÍSICA PROFESSOR MS. ANDREY PORTELA

SISTEMA NEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR

Temos como tipos de músculos: Músculo Liso (Involuntário, paredes dos vasos e órgão internos), Músculo Cardíaco (Controla a si mesmo, com ajustes dos sistemas nervoso e endócrino) e Músculo Esquelético (Controlado voluntáriamente).

SISTEMANEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR







O corpo humano possui mais de 600 músculos esqueléticos que representam 40-50% do peso corporal total. O músculo esquelético realiza três funções importantes: geração de força para a locomoção e para a respiração; geração de força para a sustentação postural; produção de calor. Os músculos esqueléticos se fixam aos ossos por tecidosconjuntivos resistentes denominados tendões.







Uma extremidade do músculo se une a um osso que não se move (Origem), enquanto a extremidade oposta está fixada a um osso (Inserção) que se move durante a contração muscular. Vários movimentos diferentes são possíveis, dependendo do tipo de articulação e dos músculos envolvidos. Os músculos que diminuem os ângulos articulares são denominadosflexores e os que aumentam são denominados extensores.

SISTEMA NEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR

Junção neuromuscular






Cada célula muscular esquelética está conectada com ramo de uma fibra nervosa originária de uma célula nervosa (Motoneurônio). O motoneurônio e todas as fibras musculares que ele inerva formam uma unidade motora. A estimulação dos motoneurônios inicia oprocesso de contração.

1

SISTEMA NEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR







O local onde o motoneurônio e a célula muscular se encontram é denominado junção neuromuscular. Nessa junção, o sarcolema forma uma bolsa denominada placa motora. A extremidade do motoneurônio não entra em contato físico com a fibra muscular, sendo separada por um pequeno espaço denominado fendaneuromuscular.

SISTEMA NEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR







Quando um impulso nervoso atinge a extremidade do nervo motor, o neurotransmissor (Acetilcolina) é liberado e se difunde através da fenda sináptica para se ligar aos receptores da placa motora. Isso provoca o aumento da permeabilidade do sarcolema ao sódio, resultando numa despolarização denominada potencial da placamotora (PPM). O PPM sempre é forte o suficiente para ultrapassar o limiar e é o sinal para que o processo contrátil comece.

Estrutura do músculo esquelético

SISTEMA NEUROMUSCULAR
       

SISTEMA NEUROMUSCULAR


     

Fascículo Epimísio Perimísio Endomísio Fibras Musculares Sarcolema Núcleo Retículo Sarcoplasmático Miofibrilas Filamentos Linha Z Linha M Zona H Filamentosde Actina Filamentos de Miosina











O músculo esquelético é composto por vários tipos de tecidos. Entre eles estão as células musculares, o tecido nervoso, o sangue e vários tipos de tecido conjuntivo. Os músculos individuais são separados entre si e mantidos no lugar por um tecido conjuntivo denominado fáscia. Existem três camadas separadas de tecido conjuntivo no músculoesquelético. A camada mais externa que envolve todo o músculo é denominada epimísio.

2

SISTEMA NEUROMUSCULAR

SISTEMA NEUROMUSCULAR









No interior do epimísio, um tecido conjuntivo denominado perimísio, envolve feixes individuais de fibras musculares. Esses feixes individuais de fibras (= células) musculares são denominados fascículo. Cada fibra muscular de um fascículoé revestida por um tecido conjuntivo denominado endomísio. Apesar de sua forma única, as células musculares apresentam muitas das organelas presentes em outras células (Mitocôndrias, lisossomos...).











Porém, ao contrário das outras células corporais, as células musculares são multinucleadas. Cada fibra muscular individual é um cilindro fino e alongado que possui o...
tracking img