Neuroartropatia de charcot

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5931 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO DE REVISÃO

Pé diabético
Diabetic foot

* Interna do Internato Complementar de Angiologia e Cirurgia Vascular ** Assistente Graduada de Angiologia e Cirurgia Vascular Hospital Garcia de Orta Av. Torrado da Silva, Pragal, 2801-951Almada; telefone: 212727194 duarte.nadia@gmail.com (contacto para correspondência com a revista/correspondência com os leitores) anag0706@gmail.com
contactosNádia Duarte*, Ana Gonçalves**

|

A b s t r a c t

| | R E S U M O |
Os problemas do pé são uma complicação comum da diabetes, com uma prevalência de 23-42% para a neuropatia, 9-23% – para a doença vascular e 5-7% – para a ulceração do pé. Estes, resultam em importantes consequências médicas, sociais e económicas para os doentes, respectiva família e sociedade. A ulceração do pédiabético está associada à doença vascular periférica e neuropatia periférica, frequentemente em combinação. No entanto, os indivíduos com um risco elevado de ulceração podem ser facilmente identificados através de um exame clínico cuidadoso dos seus pés, estando a educação e follow-up periódicos indicados nestes casos. Quando a úlcera do pé é complicada por uma infecção, a combinação pode ser ameaçadorapara o membro e até para a vida. A infecção é definida clinicamente, mas as culturas ajudam na identificação dos agentes patogénicos responsáveis. A terapêutica antimicrobiana deve ser guiada pelos resultados das culturas e, embora esta terapêutica
65

Diabetic foot problems are a common complication of diabetes, with a prevalence of - 23-42% for neuropathy, 9-23% for vascular disease and 5-7%for foot ulceration. It, results in major medical, social and economic consequences for the patients, their families, and society. Diabetic foot ulceration is associated with peripheral vascular disease and peripheral neuropathy, often in combination. Individuals with the greatest risk of ulceration can easily be identified by careful clinical examination of their feet. Education and frequentfollow-up is indicated for these patients. When a foot ulcer is complicated by an infection, the combination can be limb-threatening, or life-threatening. Infection is defined clinically, but wound cultures assist in identifying the causative pathogens. Antimicrobial therapy should be guided by culture results.., nevertheless such therapy, by itself, may cure the infec-

Angiologia e CirurgiaVascular | Volume 7 | Número 2 | Junho 2011 |

tion, but it does not heal the wound. To achieve that, it is also necessary to correct the other factors (abnormal pressure points, limb ischemia).

possa curar a infecção isoladamente, não cicatriza a úlcera, carecendo de correcção de outros factores (focos de pressão anómala, isquémia do membro) para lograr esta cicatrização.

| Key words |diabetic foot | | diabetic neuropathies | | peripheral vascular diseases | | infection | foot ulcer |

| Palavras-chave | pé diabético | neuropatias diabéticas |
| doença arterial periférica | infecção e úlcera de pé |

Tipologia: artigo de dossier

INTRODUÇÃO O pé diabético define-se como a entidade clínica de base etiopatogénica neuropática, induzida pela hiperglicémia sustentada, em que, comou sem co-existência de doença arterial periférica (DAP), e com prévio traumatismo desencadeante, se produz ulceração do pé. Existem dois tipos, o neuropático, em cerca de 65% dos casos, e o neuro-isquémico, em 35% dos casos.[1] A “ síndrome do pé diabético” engloba um número considerável de condições patológicas, incluindo a neuropatia, a DAP, a neuroartropatia de Charcot, a ulceração do pé, aosteomielite e, finalmente e potencialmente prevenível, a amputação. Os doentes com lesões de pé diabético apresentam, fequentemente, complicações múltiplas da diabetes, havendo necessidade de uma abordagem multidisciplinar, onde estão envolvidos endocrinologista, enfermeiro especializado, podologista, cirurgião vascular, ortopedista, fisiatra e médico de família. Este último, de forma quase...
tracking img