Neologismos empréstimos e estrangeirismos

Páginas: 15 (3686 palavras) Publicado: 17 de abril de 2011
Breve Introdução

As palavras que constituem o nosso patrimônio léxico podem ser:

1- de origem latina
2- de formação vernácula
3- de importação estrangeira

A maioria das palavras da língua portuguesa são provenientes do latim vulgar, isto é, o latim falado pelo povo, que os romanos introduziram na Lusitânia, duzentos anos antes de Cristo.
Entre as palavras deorigem latina, umas datam do período de formação do idioma, entre os séculos VI e XI, aproximadamente; outras foram introduzidas mais tarde pelos escritores e letrados, sobretudo no período áureo da literatura portuguesa, o século XVI, e mais abundantemente ainda nos séculos seguintes, por via literária e científica. As primeiras, as formas populares, foram profundamente alteradas na boca do povoiletrado e rude, ao passo que as outras, as formas cultas, ou eruditas, incorporaram-se à língua com leves alterações.
Comparam-se, como por exemplo, as formas populares e as correspondentes eruditas abaixo, procedentes da mesma palavra latina:
Formas populares: cuidar, chave, chama, leal, siso, sarar, teia.
Formas cultas: cogitar, chave, flama, legal, senso, sanar, tela.No decorrer dos séculos, vieram sendo criadas no seio da língua, pelo gênio inventivo do povo luso-brasileiro, numerosas palavras que enriqueceram sobremodo o nosso vocabulário.
Coitado, fofoca, jeca, xereta, quicar, fofo, ranziza, zunzum, zumbir, beija-flor, malmequer, careca, você, girassol, xodó, etc.
As palavras de outros idiomas penetram na língua através das relações entre os povos egraças às influências que as culturas e civilizações exercem umas sobre as outras. Desde os primórdios da língua portuguesa, e mais intensamente na fase de sua expansão pelos continentes e, depois, nos séculos das grandes invenções, numerosos termos estrangeiros, importados e aprovados pelo uso, vieram enriquecer-lhe o patrimônio léxico.
O inglês e o francês são os idiomas que maiorinfluência exercem, hoje, sobre o português. Pelas páginas dos jornais e das revistas desliza um caudal de anglicismos e galicismos, muitos dos quais desnecessários.

ESTRANGEIRISMO

Estrangeirismo: sm. Palavra, frase ou construção sintática estrangeira.
Palavras de outras línguas aplicando alterações morfológicas e semânticas.
Nenhuma língua escapa de sofrer influências externas; nopatrimônio lexical mais antigo da língua portuguesa já se encontram palavras criadas em outras línguas, em particular o provençal, o espanhol e o árabe. Outras línguas que exerceram influência sobre o português do Brasil são o francês, o italiano e o alemão, além, é claro, das línguas africanas e das línguas indígenas brasileiras. A língua que exerce hoje a mais forte influência sobre o português do Brasilé o inglês.
As formas derivadas de línguas estrangeiras são reconhecidas por algum tempo como tais. Paulatinamente, as formas estrangeiras adotam pronúncia e grafia mais “vernáculas”, e começam a dar origem a novas palavras e expressões com feições também vernáculas. Nesse ponto do processo, já é quase impossível distingui-las das formas que foram criadas dentro da própria língua.De tempos em tempos, a incorporação de palavras estrangeiras foi vista como um problema por gramáticos, escritores e políticos: os mesmos argumentos foram então usados (de maneira pouco convincente, e, afinal, sem resultados práticos) para provar que as palavras estrangeiras “corrompem” a língua portuguesa e constituem um vício de linguagem – o barbarismo – que deve ser combatido a todo preço.Futebol = football
Deletar = delete (inglês)
Rendebol = handball
Garçon = garçor (francês = menino)
Lasanha = lasagna (italiano)
abat-jour (fr.): abajur
avalanche (fr.): avalancha
bâton (fr.): batom
beige (fr.): bege
bibelot (fr.): bibelot
bidet (fr.): bidê ou bide
bikini (ingl.): biquíni ou biquine
boite (fr.): boate
bouquet (fr.): buquê
cache-col (fr.): cachecol
brevet...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • neologismos e estrangeirismos
  • Neologismo e Estrangeirismo
  • Estrangeirismo e Neologismo
  • Neologismo e estrangeirismo
  • neologismos e estrangeirismos
  • Estrangeirismo e neologismo
  • Neologismo e estrangeirismo
  • Neologismos e estrangeirismos da L ngua Portuguesa 2

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!