Neoclassismo e ecletismo em pernambuco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1959 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NEOCLASSICISMO

O neoclassicismo é um movimento artístico que, a partir do final do século XVIII, reagiu ao barroco e ao rococó, e reviveu os princípios estéticos da antiguidade clássica, atingindo sua máxima expressão por volta de 1830. Não foi apenas um movimento artístico, mas cultural, refletindo as mudanças que ocorrem no período, marcada pela ascensão da burguesia. Essas mudanças estãorelacionadas ao racionalismo de origem iluminista, a formação de uma cultura cosmopolita e profana, a pregação da tolerância, a reação contra a aristocracia e a Revolução Industrial inglesa.
Entre as mudanças filosóficas, ocorridas com o iluminismo, e as sociais, com a revolução francesa, a arte deveria tornar-se eco dos novos ideais da época: subjetivismo, liberalismo, ateísmo e democracia. Essesforam os elementos utilizados para reelaborar a cultura da antiguidade clássica greco-romana.
No século XVIII, as rápidas e constantes mudanças acabaram por dificultar o surgimento de um novo estilo artístico. O melhor seria recorrer ao que estivesse mais à mão: a equilibrada e democrática antiguidade clássica. E foi assim que, com a ajuda da arqueologia (Pompéia tinha sido descoberta em 1748),arquitetos, pintores e escultores logo encontraram um modelo a seguir.
Surgiram os primeiros edifícios em forma de templos gregos, as estátuas alegóricas e as pinturas de temas históricos. As encomendas já não vinham do clero e da nobreza, mas da alta burguesia, mecenas incondicionais da nova estética. A imagem das cidades mudou completamente. Derrubaram-se edifícios e largas avenidas foramtraçadas de acordo com as formas monumentais da arquitetura renovada, ainda existente nas mais importantes capitais da Europa.

Biblioteca Sainte Geneviève, em Paris, exemplo de arquitetura neoclássica.

ARQUITETURA NEOCLÁSSICA EM PERNAMBUCO
Francisco do Rego Barros, único Conde da Boa Vista, foi um importante nome da história do Brasil Imperial. Esteve à frente da Presidência da Província dePernambuco, de 1837 a 1844, e da Província do Rio Grande do Sul, de 1865 a 1867 – durante a Guerra do Paraguai.
Quando assumiu o governo de Pernambuco, Rego Barros mandou buscar na França engenheiros franceses de renome, artistas e literatos, além de incentivar o desenvolvimento das artes e ciências locais. O Conde foi responsável pela equiparação de Recife às grandes cidades modernas da época. Aterroumangues para a expansão da cidade, sendo o mais importante o da Boa Vista. Hoje, o traçado entre a Rua da Aurora e a Várzea é a Avenida Conde da Boa Vista, em homenagem à figura modernizadora de Francisco do Rego Barros.
Francisco do Rego Barros tinha o objetivo pessoal de configurar a Província como um local de prosperidade. Esse trabalho se iniciava pela capital. Assim, o Recife acabou porganhar: estradas ligando à capital as áreas do interior produtoras de açúcar, a ponte pênsil de Caxangá, o Teatro de Santa Isabel, a Penitenciária Nova – hoje, Casa da Cultura -, o Cemitério de Santo Amaro, o edifício da Alfândega – hoje, o Shopping Paço Alfândega -, canais, estradas urbanas, um sistema de abastecimento de água potável, a reconstrução das pontes de Santa Isabel, Boa Vista e Mauríciode Nassau, além da construção de sua maior obra, o Palácio do Campo das Princesas.

Teatro Santa Isabel e Casa da Cultura

Shopping Paço Alfândega e Palácio do Campo das Princesas
O Reconhecimento da valia de Rego Barros teve nos títulos nobiliárquicos apenas uma oficialização, pois dentre o povo pernambucano a figura do Conde da Boa Vista já era extremamente respeitada, honrada eestimada. Prova disso é o presente lhe dado por suas ações em prol do desenvolvimento do Recife. Este foi um palacete no número 405 da Rua da Aurora (onde hoje funciona a Assembleia Legislativa de Pernambuco), em dois pavimentos, em estilo Neoclássico. O citado Palacete do Conde da Boa Vista foi projetado pelo engenheiro e urbanista francês Louis Léger Vauthier, sendo um dos exemplares mais belos do...
tracking img