Necessidades educativas especiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12116 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução


Numerosos trabalhos têm estudado a inclusão das crianças com Necessidades Educativas Especiais nas escolas.
A integração escolar e social das crianças deficientes colocadas em estabelecimentos especializados sempre foi o objectivo maior desses mesmos estabelecimentos, na medida em que ela não decorria de esperanças quiméricas. Mas, desde há perto de um decénio, estaintegração apresenta três novas características. Por um lado, ela é encarada para conjuntos de crianças muito vastos; por outro lado, não decorre já de ensaios próprios de tal ou tal estabelecimentos mas de uma política educativa geral e, por fim, é um movimento que apresenta um carácter internacional.
Deste modo, o objectivo principal do nosso trabalho prende-se no facto, de tentar perceberse os professores concordam ou não com a inclusão destas crianças e se as escolas têm condições adequadas para as ter.
Assim, este trabalho é constituído por duas partes. Na primeira procuramos desenvolver alguns conceitos teóricos que pretendemos apoiar a nossa investigação, em que está dividida em dois capítulos: no primeiro capítulo consta como tema “A integração”, onde integra osseguintes subtemas: “A segregação”; “Instituições”; “Transição”; “Normalização e Integração”; “Inclusão”; “Os modelos gerais dos sistemas de integração”; “Modelos Organizadores em torno da pedagogia”.
No segundo capítulo consta o tema “O triângulo: Família, Escola, Comunidade”, onde integra os seguintes subtemas: “A preparação dos agentes e o papel da escola”; “A comunidade e a criança com NEE”;“As outras crianças”; “Os docentes”; “Os pais e a família da criança integrada; “A escola inclusiva”.
O estudo empírico é apresentado na segunda parte do trabalho, será relatada uma investigação realizada em quatro escolas EB 1 de Mirandela, aos professores, procurando saber a sua opinião sobre a inclusão das crianças com Necessidades Educativas Especiais nas escolas.



I ParteTeórica

Capítulo I – A Evolução da Educação Especial



1. - Segregação


LEONOR PEREIRA, referindo-se a Lowenfeld acrescenta que, “os estatutos sociais que, ao longo das diferentes civilizações, foram atribuídas à pessoa com deficiência são os espelho das atitudes da sociedade para com essas pessoas e, por consequência, das atitudes dos cidadãos ditos normais em relação ao cidadãodeficiente”(1993, p. 56).
Ao longo da História, os conceitos e práticas relativas ao atendimento de crianças com necessidades educativas especiais, tem evoluído no decorrer dos tempos. No entanto, a História também nos evidência políticas extremas de exclusão da sociedade de muitos elementos. Na Antiga Grécia, em Esparta, crianças com deficiências físicas eram colocadas nas montanhas e, em Roma,atiradas aos rios (cf. CORREIA, 1997).
Durante toda a Idade Média todos aqueles tivessem problemas físicos e ou se manifestassem problemas mentais, eram associados à imagem do diabo e a actos de feitiçaria, sendo perseguidos e executados.
Segundo CORREIA (1997), “o diabo no corpo” expressão ainda hoje utilizada na linguagem coloquial, constitui o tema-guia da obra “As bruxas de Salem” (1953),de Artur Miller que descreve as matanças de adolescentes acusados de práticas de feitiçaria, em pleno século XVII.
O mando absoluto e arbitrário dos poderes de então e a ignorância existente nesses tempos, sofreram grandes contrariedades no século XVIII, com a filosofia de Locke e de Rosseau, com pensamentos mais tolerantes e humanistas.
No início do século XIX dão-se as primeirastentativas de recuperação física, fisiológica e psíquica da criança diferente (como a altura eram chamado) com o objectivo de a ajustar
à sociedade.
Segundo LEONOR PEREIRA (1993), autores como Kaufman, consideraram que para um estudo completo e aprofundado do perfil da evolução de Educação Especial é necessário ter em conta a história da Educação em geral, da psicologia, da medicina, das leis da...
tracking img