Necessidade de mão de obra qualificada na construção civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (829 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO – UNICID

NECESSIDADE DE MÃO DE OBRA QUALIFICADA NO MERCADO DE CONSTRUÇÃO CIVIL

Cristiane Cassaro Garcia – CA: 21387219
Marcia Pereira Vieira – CA: 21387205Eduardo Gama Andrade – CA: 21388209
Roseli Ap. S. Ramos – CA: 21389500
Turma 7° B - 2011

Linha de Pesquisa: Recursos Humanos

Objetivo: O principal objetivo do presente trabalho é abordar anecessidade de uma mão de obra qualificada, para o setor da construção civil, que hoje em dia, é o ramo do mercado que mais cresce segundo o Dieese o numero chegou a 11,6% de crescimento no ultimo ano(Dieese).
Porém devido aos baixos salários pagos no setor, durante os anos que se passaram, houve um grande êxodo de profissionais que migraram para outros setores na economia (Sinduscon).
Assim, oobjetivo do presente trabalho é encontrar uma alternativa que visa atender a demanda existente neste ramo mercantil.

Problemática: A construção civil é um ramo que cresce a cada dia no Brasil, criandoa necessidade de aumento no numero de trabalhadores qualificados, a falta destes trabalhadores atinge tanto o segmento imobiliário residencial quanto o de obras pesadas de grande infra-estrutura(CREA-SP).

Justificativa: A necessidade do aumento da mão de obra ocorre devido o aumento da demanda de imóveis, já que segundo dados do IBGE a população brasileira teve um aumento considerável nonumero de habitantes nos últimos 40 anos, nos anos 70 o numero de habitantes era de 70 milhões sendo que nos dias de hoje este numero passou a ser de 190 milhões de habitantes (IBGE). Este crescimento estalevando a uma necessidade astronômica do aumento de moradias e de profissionais qualificados para atender esta demanda. A questão é tão séria que o problema foi o segundo mais citado entre asempresas pesquisadas na Sondagem da Construção Civil, divulgada no início de fevereiro pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A escassez de mão de obra perde apenas para a elevada carga tributária...
tracking img