Necessário x contingente

Páginas: 5 (1027 palavras) Publicado: 15 de novembro de 2011
O acidente de trânsito é necessário ou contingente?
Julyver Modesto de Araujo
Out. 2009

(...) fixemos na polaridade entre "necessário" e "contingente", dicotomia que o filósofo Aristóteles (século IV a.C.) passou a conceber, como modalidades lógicas das diferentes proposições do conhecimento. O "necessário", ressalta-se, é aquilo que não pode ser de outra maneira, tendo sido devidamentecomprovado pelas ciências e pela inquirição humana, enquanto o "contingente" pode acontecer ou não, há tanta probabilidade de que ele seja desta ou daquela maneira, dependendo de uma série de acontecimentos favoráveis ao que efetivamente ocorreu, dividindo-se em "acaso" e "possível".
O "acaso", por exemplo, como submodalidade do contingente era entendido por Aristóteles como o encontro acidental deduas séries de acontecimento que são, cada uma delas, necessárias.
A Drª Marilena Chauí, Professora da Universidade de São Paulo, em seu livro "Convite à Filosofia" usa, como exemplo para demonstrar o acaso, o acontecimento de uma pedra que cai em um homem que caminha em determinado local. Neste caso, é necessário que a pedra caia, pela força inevitável da gravidade, dadas as condições favoráveisà sua ocorrência, assim como é necessário que o homem caminhe, por conta da sua capacidade de locomoção, aliada às leis anatômicas e fisiológicas que regem o seu corpo; os fatos necessários, isoladamente analisados, não são suficientes, porém, para que a tragédia ocorra; pelo contrário, foi preciso que ambos acontecessem no mesmo local e momento, para que exatamente aquela pedra caísse na cabeçadaquele determinado homem (CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. 13ª edição. São Paulo: Editora Ática, 2006, p. 30).
Ao explicar o "possível" (a segunda submodalidade do contingente), a autora relaciona-a a ação humana, que possibilita uma escolha voluntária e livre, adotando como exemplo a utilização da bomba atômica em Hiroshima: apesar de ser necessário que os corpos pesados caiam, foi aescolha deliberada de uma ação humana que propiciou o acontecimento fatídico da 2ª Guerra Mundial.
Com base em tais explicações, analisemos os acontecimentos de trânsito, a ponto de determinar a sua necessidade ou contingência de ocorrência: fazendo uma simples comparação, podemos dizer que uma folha de árvore que cai ao chão é um fato necessário, tanto quanto um motociclista que cai ao chão porperder o equilíbrio; em ambos os casos, houve a incidência da força da atração gravitacional do corpo, conhecida como a lei de Newton da gravitação universal.
Mas, no caso do motociclista, é de se perguntar: o que levou ao desequilíbrio? Se constatarmos que foi pela sua falta de habilidade ou pela "fechada" de outro motorista, teremos aí o encontro do necessário com uma ação ou omissão humana. Esteacontecimento, destarte, não pode ser concebido como um evento casual, imprevisto, mas sim como algo contingente: UM CONTINGENTE DE TRÂNSITO.
É necessário que o corpo de um ocupante de veículo seja arremessado para fora (ou contra o seu interior), quando a velocidade é abruptamente reduzida; a isto se deu o nome de força da inércia (1ª Lei de Newton: "Todo corpo continua em seu estado de repouso oude movimento uniforme em uma linha reta, a menos que seja forçado a mudar aquele estado por forças aplicadas sobre ele); entretanto, não é necessário que se deixe de utilizar o cinto de segurança, trata-se de uma escolha deliberada. Desta forma, o condutor gravemente ferido em uma colisão, por não usar o cinto, não se envolveu em um infortúnio, mas em um acontecimento contingente: UM CONTINGENTEDE TRÂNSITO.
É necessário que um motociclista, ao cair da moto e impactar sua cabeça no chão, sofra uma transferência de energia para o seu corpo, tendo em vista a equivalência massa-energia determinada pela famosa fórmula de Albert Einstein: E=mc². Todavia, não é necessário que o motociclista conduza sem capacete, tratando-se de escolha deliberada. Não estamos, portanto, diante de uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • estado herdado X estado necessário
  • estado necessário x estado herdado
  • Ensino de Geografia X Mapas – Uso necessário?
  • necessario
  • Passivos contingentes
  • X=x=x=x=x
  • ATIVOS E PASSIVOS CONTINGENTES
  • Provisões e passivos contingentes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!