Ndu 001

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1788 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE

RELATÓRIO DA NDU 001

BRUNO GARCIA SANTOS

EDIFICAÇÕES
4ºEDF-N

RELATÓRIO DA NDU 001

Relatório da NDU 001, apresentado á disciplina Instalações Elétricas do Instituto Federal de Sergipe, sob orientação do professor Carlos Bomfim.

ARACAJU
2011
APRESENTAÇÃO

A norma NDU 001 fixa os procedimentos a serem seguidos em projetos e execução dasinstalações de entradas de serviço das unidades consumidoras de baixa tensão As recomendações contidas nesta norma se aplicam às instalações individuais ou agrupadas até três unidades consumidoras urbanas e rurais,classificadas como residenciais, comerciais, rurais, poderes públicos e industriais, a serem ligadas em redes de distribuição aéreas,de distribuição secundárias, obedecidas as normas da ABNTe as Resoluções da ANEEL.

OBJETIVO

Este relatório tem a finalidade de explicar,comentar e resumir a NDU de Instalações Elétricas 001,considerada uma norma importante norma do setor elétrico, que trata de instalações elétricas na execução das instalações de entradas de serviço .
Espera-se que o objetivo deste relatório seja alcançada de forma dinâmica e coerente e que seja defácil entendimento para quem esteja lendo,ou seja que sirva como um meio de divulgar esta norma.

NDU 001

1.CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO
1.1Tensões de Fornecimento
O fornecimento de energia a partir de redes de distribuição será feito nas seguintes tensões secundárias:
1.2Limites de Fornecimento
O fornecimento de energia será feito em tensão secundária de distribuição,para instalações com carga instalada igual ou inferior a 75 kW, ressalvados os casos previstos na legislação vigente.
1.3 Tipos de Atendimento
Serão três os tipos de atendimento, a saber:
- Tipo M (dois fios – uma fase e neutro)
- Tipo B (três fios – duas fases e neutro)
- Tipo T (quatro fios – três fases e neutro).
1.4 Categorias de Atendimentos
As categorias de atendimento e suasrespectivas limitações de potência instalada são
apresentadas a seguir:
* Tensão 220/127 V, sistema trifásico, estrela com neutro aterrado (ENERGIPE E CFLCL)
1 - A concessionária poderá atender a unidade consumidora em tensão secundária de distribuição com ligação bifásica (B1) ou trifásica (T1), ainda que a mesma nãoapresente carga instalada suficiente para tanto, desde que o consumidor seresponsabilize pelo pagamento da diferença de preço do medidor, pelos demais materiais e equipamentos de medição a serem instalados, bem como eventuais custos de adequação da rede.
2- Para as categorias T5 e T6 deverá ser instalada a caixa padrão para medidores
de 200 A.
3 - Para as categorias T2 a T6, deverá ser apresentado o projeto elétrico
4 - A Concessionária terá um prazo máximo de20(vinte) dias para aprovar o projeto elétrico.
5 – A validade da aprovação do projeto será de 1(um) ano.

* Tensão 380/220 V, sistema trifásico com neutro aterrado (CELB, CENF, ENERGIPE E SAELPA)
1 - A concessionária poderá atender a unidade consumidora em tensão secundária de distribuição com ligação bifásica (B1) ou trifásica (T1), ainda que a mesma não apresente carga instalada suficiente paratanto, desde que o consumidor se responsabilize pelo pagamento da diferença de preço do medidor, pelos demais materiais e equipamentos de medição a serem instalados, bem como eventuais custos de adequação da rede.
2 - Para as categorias T2 a T5, deverá ser apresentado o projeto elétrico
3 – As categorias B1 e B2 são aplicadas apenas na ENERGIPE.

* Tensão 230/115 V, Sistema Bifásico comneutro (CFLCL e ENERGIPE)
1 - A concessionária poderá atender a unidade consumidora em tensão secundária de distribuição com ligação bifásica (B1) ou trifásica (T1), ainda que a mesma não apresente carga instalada suficiente para tanto, desde que o consumidor se responsabilize pelo pagamento da diferença de preço do medidor, pelos demais materiais e equipamentos de medição a serem instalados, bem...
tracking img