Naturalidade rui knopfli

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2620 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




• Pontos importantes

1. Esquema do Império Romano;

2. Formação do Império;

3. Economia do Império;

4. A unidade política, militar e administrativa do Império;

5. A Codificação do Direito;

6. Sociedade Imperial;

7. Cultura urbana pragmática;

8. O urbanismo e a fixação dos modelos arquitetónicos;

9.A arquitetura e escultura romana;

10. A Religião romana;

11. A apologia do império na poesia épica e na historiografia;

12. A formação de uma rede escolar urbana e uniformizada;

13. A Romanização.






























1. Esquema do Império Romano:




➢ A Situação Geográfica:

o Roma fica situada naPenínsula Itálica;

o Itália fica situada entre o Mar Tirreno e o Mar Adriático;




➢ B Expansão Romana:

o No séc. III a.C. Roma dominava toda a Península Itálica;

o Dominava ainda o Norte de África e parte da Península Ibérica;

o No séc. II a.C. conquistou: Grécia, Macedónia, Ásia Menor, Síria e a Judeia;

o No séc. I a.C. detinha o Egito e a Gália;o No séc. I e II: Britânia e a Dácia.

[pic]

2. Formação do Império

o Nos séculos VII e VI a.C., os Romanos foram governados por Etruscos, entendido por muitos como os fundadores de Roma e nesse período o sistema político era a Monarquia (753 a.C. a 509 a.C.), onde os seus habitantes souberam fazer a sua cidade crescer em poder e em riqueza;

o Durante aRepública (509 a.C. a 27 a.C.), graças ao desempenho dos Romanos em várias guerras e campanhas de conquista, Roma formou um vasto império[1] e um dos maiores da História.

• Razões da Expansão:

▪ Necessidade de segurança (defesa contra ataques de povos vizinhos);

▪ Interesse económico (acesso a novos mercados/procura de terras e matérias primas);

▪ Ambição política(busca de honra/glória por parte dos chefes);

• Fatores de Integração dos povos dominados:

➢ Língua (para que houvesse um melhor entendimento entre os habitantes do Império)

➢ Administração Local (as cidades mais importantes passaram à categoria de municípios, para reforçar a unidade do império, o imperador Caracala, em 212 d.C. concedeu o direito de cidadania a todos oshabitantes livres do império)

➢ Exército (O domínio dos povos conquistados só foi possível através da ação de um exército que ao permanecer nas regiões, assegurava a manutenção da paz e da ordem);

➢ Direito (conjunto de leis pelas quais os Romanos orientavam as suas vidas. Estas eram aplicadas a todo o império);

➢ Rede de Estradas (estas construções permitiam uma rápida circulaçãodos produtos, dos soldados e cobradores de impostos).

➢ Extensão da Pax Romana[2]a todos os territórios;

➢ Concessão progressiva da cidadania a todos os habitantes do império.




• Em suma, Roma detinha uma imensa metrópole universal, centro político, administrativo, económico e social de todo o império.

• A institucionalização do poder imperial, iniciado noséc. 27 a.C. por Octávio César Augusto e constituiu um processo lento no qual é possível ter uma ideia: o poder fica nas mãos de um chefe que o exerce de modo pessoal.

• César Augusto conseguiu uma autoridade pessoal, absoluta e de caráter quase divino.

[pic]

• Pontifex Maximus – Faz a ligação entre o mundo espiritual e o mundo terreno.

3. Economia do Impérioo Urbana, porque era nas cidades que se realizavam as trocas comerciais

o Comercial, porque a principal atividade do Império era o comércio

o Monetária, porque o intenso volume de trocas comerciais exigia uma grande circulação de moeda.
















o Outras atividades económicas:

• Indústria Artesanal;

• Produtos de Luxo;...
tracking img