Nataçao-mariposa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2212 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Rúben Miguel Henriques Martins

Tenica de mariposa

Orientador: Carlos Rui Chaby

Instituto Politécnico de Setúbal – Escola Superior de Educação
Departamento de Tecnologias/ Ciências do Desporto
Setúbal
2012
Ruben Miguel Henriques Martins

Técnica de Mariposa

Orientador: Carlos Rui Chaby

Trabalho realizado no âmbito da disciplina
de Desportos I - Natação do curso
de Desporto,da Escola Superior de
Educação, como forma de obter avaliação.

Instituto Politécnico de Setúbal – Escola Superior de Educação
Departamento de Tecnologias/ Ciências do Desporto
Setúbal
2012
O que é a mariposa?
Mariposa é uma técnica de natação que também pode ser conhecida como borboleta ou golfinho. Nesta variação de bruços, os braços são atirados para a frente ao mesmo tempo, por forade água, e voltam para trás, simultaneamente, debaixo da água. Este movimento de braços é contínuo e acompanhado com um ondular de pernas. No ondular das pernas são principalmente utilizados os músculos anteriores da coxa. Ao movimentar os braços, o peitoral e o dorsal, estão os três a ser exercitados. Tal como em todos os outros estilos, os abdominais e os do baixo dorso atuam como fixadores.-------------------------------------------------

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------

Posição do Corpo
A posição do corpo na técnica de mariposa apresenta uma constante ondulação, assim como alterações no plano horizontal que resultam de:
- Um batimento de pernas simultâneo
- Recuperação dos braços aérea e simultânea;Propulsão
Acão dos membros inferiores
A Acão dos membros inferiores na técnica de mariposa inicia-se com a impulsão dos pés para baixo, os dedos dos pés tocam-se e os calcanhares afastam-se, existe uma aceleração progressiva e a fase térmica com um movimento de chicotada. Como resultado da acção de chicotada, ocorre uma elevação da bacia. Inicia-se então o movimento de extensão total daspernas e deslocação ate a superfície.
Acão dos membros superiores
Fase Propulsiva
-Entrada: A entrada e feita com a linha dos ombros com ligeira flexão dos cotovelos. A mão forma com a água um ângulo de 45° e o antebraço efectua uma rotação interna. Deve provocar o menor atrito possível.
-Tração: Numa primeira fase as mãos deslocam-se para baixo e para fora; os cotovelos estão perto dasuperfície e os antebraços orientados para baixo. Uma segunda fase inicia-se quando as mãos se aproximam da parte superior da cabeça; os membros passam a deslocar-se para dentro e os cotovelos matem-se alto.
-Empurre: a fase de empurre ocorre quando os braços passam o plano dos ombros; esta e a fase mais potente da braçada e termina com os braços em extensão.

Fase de Recuperação
* Nesta fasedeve aproveitar-se a velocidade com que se termina o empurre. Inicia-se com a saída dos cotovelos em primeiro lugar.
* Seguidamente os braços deslocam-se para a frente em extensão ou ligeiramente fletidos.
* As mãos devem estar descontraídas.

Respiração
-Inspiração: A inspiração inicia-se no final da fase de empurre. Realiza-se através da extensão do corpo que provoca a elevação dacabeça. A boca esta fora de água e o queixo esta á superfície, esta Acão deve ser breve. No fim da Acão, os músculos do pescoço descontraem.
-Expiração: A expiração deve ser explosiva e deve-se expirar todo o Ar.
Sincronização membros superiores/membros inferiores
* A sincronização dos membros inferiores e superiores deve efetuar-se com dois batimentos por cada ciclo de braçada;
* Oprimeiro batimento de pernas coincide com a entrada dos braços na agua e o segundo ocorre no final do empurre, que coincide com o inicio da expiração.
* Após a entrada dos braços nas agua devera ocorrer uma ligeiríssima pausa de modo a que todo o corpo possa adquirir uma posição ideal para a realização das acções propulsivas consequentes.

Trajeto
O trajeto subaquático das mãos em...
tracking img