nascimento poltico do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3701 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O NASCIMENTO POLITICO DO BRASIL – cap. I

A debilidade portuguesa e a vinda da Família Real para o Brasil

Decidida em meio a um complicado jogo de interesses diplomáticos envolvendo Espanha, França e Grã-Bretanha, a transferência da para a América da administração central do governo português, sob proteção inglesa, garantia a segurança da Família Real e afastava a possibilidade de umainvasão ao Brasil pela “rainha dos mares”, que já havia demonstrado sua cobiça pela América do Sul, ao invadir as colônias espanholas
Naquela época, reinava em Portugal D. Maria I, impossibilitada de exercer o governo em razão de sua enfermidade mental. Assim, o governo era exercido por seu filho, o príncipe regente D. João
Ainda que a transferência da Corte e sua instalação tivesse sido cogitada nosaltos círculos políticos, a medida vinha ao encontro de uma necessidade muito imediata: proteger Portugal e seu Império da expansão militar francesa e do enfraquecimento das monarquias europeias, além de manter a integridade dos domínios portugueses por todo o globo e preservar as bases da monarquia de Bragança e seu poder

A Corte no Brasil

Sem dúvida, as mais visíveis alterações decorrentesda transferência da Família Real para o Brasil foram sentidas pelos habitantes do Rio de Janeiro, cidade que, de repente, teve que criar condições para sediar o Império. Nenhuma vila ou cidade dispunha de uma infraestrutura adequada a uma mudança tão brusca e tão grande imposta ao seu modo de vida
Para que o Rio de Janeiro pudesse de fato funcionar como a capital de um Império tão vasto, ogoverno português teve de promover um fortalecimento das ligações entre a nova sede e as inúmeras partes constitutivas da América portuguesa, incrementando sistemas terrestres e marítimos, e criando um sistema de correios. Tudo se fazia, porém, muito lentamente
No plano administrativo, vários órgão foram criados, outros anteriormente já existentes em Lisboa passariam a funcionar na nova sede do ImpérioTendo por finalidade original imprimir e tornar públicas leis, decretos, alvarás, e demais decisões oficiais do governo, a Imprensa Regia foi estabelecida em 13 de agosto de 1808. Com tudo isso, pretendia-se viabilizar a tomada e o cumprimento das decisões governamentais, e materializar a presença do monarca e do Estado português no cotidiano das populações do Brasil

A América portuguesa facea América espanhola

De fundamental importância para o Império português era o que se passava com o Império espanhol
O que se temia era que a situação da América espanhola, de evidente enfraquecimento do poder monárquico vigente, atingisse também o Império português, que também ali os efeitos do turbilhão revolucionário fizessem precipitar a ruptura entre metrópole e colônias, já que o Impérioportuguês encontrava-se em situação idêntica ao espanhol
Logo que se instalou em sua nova sede, o governo português tomou imediatas providencias em relação as colônias espanholas vizinhas do Brasil, procurando tirar proveito do afrouxamento do governo espanhol sobre elas. Aconselhava-se um fortalecimento das fronteiras dos extremos norte e sul sob pretexto de evitar qualquer penetração francesanos domínios portugueses
Com esse pretexto, a Corte poria uma pratica política não apenas defensiva, mas até bastante agressiva em relação aquelas regiões
Nunca abandonando o princípio de legitimidade dinástica o governo do Rio de Janeiro decidira intervir fortemente nas questões da América espanhola a partir de agosto de 1811. Sob a bandeira de “pacificação” e de cooperação para a restauraçãoda ordem monárquica na América espanhola, o governo português aumentava sua zona de influência no continente americano. Logo que ocupou a região oriental do rio Uruguai, a Corte do Rio Janeiro tratou de intensificar suas relações diplomáticas com Bueno Aires, preferindo ganhar uma vizinhança amistosa mesmo que as custas da amizade da Espanha peninsular.




O aprofundamento da crise

Ao...
tracking img