Namoro virtual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1104 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
‘ Namoro virtual ‘

O verbo namorar pode ser usado como sinônimo de conquista. “Fitar alguma coisa de maneira insistente e com vontade de possuí-la”, é o que diz o dicionário E tem mais, ele pode ser explicado como “inspirar amor a alguém, cativar, atrair, seduzir...”. Mas como explicar quando isso tudo acontece no escuro?

Estamos falando do ‘namoro virtual’, umprocesso de enamoramento onde não se sabe nada sobre o outro, não com certeza, onde tudo é possível. Um encontro com o desconhecido e um mergulho que precisa de coragem e confiança para obter sucesso. Uma novidade para os mais velhos, uma rotina no dia-a-dia dos mais jovens.

Segundo o psicólogo paulista Antonio Carlos Araújo, que realizou em 2004 uma pesquisa a respeito das conseqüências donamoro virtual, é possível definir as principais características desse atual tipo de relacionamento, a busca do encontro afetivo na Internet. A principal delas é a aceleração das etapas de desenvolvimento do processo amoroso, sendo que as relações geradas por essa modalidade conduzem quase sempre a relações descartáveis de afetividade. É como se fosse o “ficar”, só que transportado para o mundovirtual.

Ainda segundo a pesquisa, é possível identificar que a solidão de nossa era acaba sendo absorvida pelo setor da informática. Problemas de relação de cunho essencialmente humanos como o diálogo, por exemplo, acabam repassados para uma esfera totalmente oposta. Para Antonio Carlos, o ponto central de reflexão a respeito do tema seria o fato de muitas vezes as pessoas procurarem esse tipo deaproximação por estarem magoadas, frustradas, com algum tipo de relacionamento no mundo ‘real’.

Mas essa é apenas uma das explicações, para um assunto que ainda é muito novo, que requer um tempo maior de observação, a fim de se identificar suas reais motivações e possíveis conseqüências, na forma de se relacionar do homem moderno. Quando se navega na Internet, em busca de contatos ou aventuras,normalmente as pessoas costumam ser muito exigentes. Na maioria das conversas em salas de bate-papo, uma das primeiras perguntas que se faz ao iniciar uma conversa, é como o outro “é”.

E nesse momento, nem sempre vale como o outro realmente é, mas como ele gostaria de ser visto. Tudo pode ser dito. E as pessoas que se utilizam desse tipo de aproximação costumam ser perfeccionistas quanto aos padrõesde beleza e de conduta, o que muitas vezes pode afastar uma verdadeira amizade ou a possibilidade de um namoro verdadeiro.

Os dois lados da moeda – O namoro virtual já é uma realidade. Muitas pessoas não acreditam que esse tipo de relacionamento possa ser verdadeiro, outros acreditam que é uma das melhores maneiras para você conhecer alguém hoje em dia. No início, a ausência de certos vínculostradicionais pode servir como uma vantagem é menos comprometedora. O certo é que existem histórias românticas que começaram no mundo virtual e que deram muito certo. E outras aproximações que causaram frustrações ou que colocaram em risco as pessoas envolvidas.

Algumas histórias

Estudante da rede estadual de ensino, prepara-se para fazer vestibular. R. A. tem 19 anos e pretende ser um engenheiro,no futuro. Costuma passar boa parte das suas horas vagas em um cybercafé perto de sua casa. Foi lá que conheceu a namorada, 17 anos. Estão juntos há quase cinco meses, e ele diz que gostou dela logo na primeira conversa. O difícil, agora, é administrar o ciúme que ela sente, todas as vezes que sabe que ele está por lá. Tem medo que ele conheça outra garota, afinal, existe a possibilidade de queisso aconteça, mesmo enquanto conversam. Através do computador, é claro. Nos encontros reais costumam ir ao cinema ou passear no Shopping. R.A.confessa que conversa com outras garotas, mesmo gostando da namorada.

M.R. (27) e L.T.P. (33) estão juntos há quase três anos, casaram-se no final de 2005. M.R. está no 6º mês de gravidez e se diz muito feliz. L.T.P. lembra que se não fosse o mundo virtual,...
tracking img