Namoro, trabalho qualitativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9332 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mestrado Integrado em Psicologia – 3º Ano Ano lectivo 2011/2012 Métodos Qualitativos de Investigação Docente: João Rodrigo Daniel

“ O namoro e as suas possíveis influências”

Discente: Vítor Sartóris de Lima, nº 18810

1

Índice

Reflexão pessoal…………………………………………………………………….. Introdução…………………………………………………………………………… Guião da entrevista…………………………………………………………………..

3 4 8Entrevista…………………………………………………………………………….. 10 Índice da entrevista…………………………………………………………………... 26 Matrizes…………………………………………………………………………........ 28 Discussão/Interpretação……………………………………………………………… 35 Reflexão pessoal……………………………………………………………………… 37 Referências Bibliográficas…………………………………………………………… 38

2

Reflexão pessoal

Ontologia e Epistemologia O mundo é composto por extraordinárias experiências prontas a servividas. Experiências essas que podem ser boas ou más mas que todos nós as vivemos com um interpretação singular. Quer as boas quer as más são importantes, no sentido em que por um lado as boas enriquecem-nos e por outro lado as más fortalecem-nos. Como foi dito há pouco, cada um de nós tem uma interpretação singular e é essa interpretação que faz com que haja diversidade de opiniões, de gostos e devivências. As experiências estão à espera de serem vividas cabe depois a cada um de nós com a sua interpretação entendê-las e “experiencia-las”. É portanto a partir destas experiências que nós podemos conhecer o mundo. Experiências singulares ou em grupo. Mas mais importante, ou não menos importante, está a interpretação que cada pessoa faz das experiências. É essa interpretação que faz com quepossamos viver de maneiras diferentes. Interpretação que está sempre ligada ao contexto/meio, às características da pessoa e até às experiências que a pessoa foi vivendo ao longo do tempo. Tudo isto influencia a nossa interpretação, por vezes negativamente por vezes positivamente, tudo depende dos olhos de quem vê e de quem analisa. O mundo é composto por vivências e para o conhecermos temos devivencia-las. Acerca da ontologia, conceito que está relacionado com crenças acerca do que pode haver para descobrir sobre o mundo (Ritchie e Lewis, 2003) a posição com que mais me identifico é claramente o idealismo. Acredito que o mundo é composto por significados que cada um de nós dá e que por isso só o podemos conhecer através da nossa mente ou da “mente partilhada” (construções sociais) (Ritchiee Lewis, 2003). Quanto à epistemologia, conceito associado à questão: de que forma podemos obter conhecimento acerca do mundo social (Ritchie e Lewis, 2003), a posição em que mais me enquadro é a do interpretivismo. Nomeadamente quando esta corrente refere a ideia de que tanto o “”investigador” como o “mundo social” têm influência mútua um no outro (Ritchie e Lewis, 2003). Acredito que épraticamente impossível haver qualquer 3

tipo de distanciamento entre o que se passa connosco e o que se passa no mundo em que vivemos. Fazemos todos parte de um “sistema de relações”.

Introdução teórica

O presente estudo pretende analisar de forma qualitativa que implicações um relacionamento amoroso, neste caso o namoro, tem no desenvolvimento pessoal do ser humano. Comecemos primeiro que tudopor apresentar algumas noções sobre a definição de namoro. O jovem adulto encontra-se numa altura do desenvolvimento humano onde começa a conquistar a autonomia psicológica e emocional, portanto pode-se perceber a importância que têm as relações íntimas no sentido em que permitem obter uma segurança emocional muito importante num momento em que se assiste também a uma tentativa de distanciamentoface aos pais (Siqueira 2001, cit. por Bertoldo e Barbará, 2006) Siqueira (2001, cit. por Bertoldo e Barbará, 2006) afirma mesmo, que para além deste período onde são muito importantes as relações íntimas para o jovem adulto, esta capacidade de construir e manter relações em fases posteriores do desenvolvimento humano constitui um critério importantíssimo para uma boa saúde mental e para...
tracking img