Nada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1897 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PEDAGOGIA DA AUTONOMIA

O interesse geral desta obra é fornecer saberes necessários à prática educativa de professores formados ou em formação, mesmo que alguns destes professores não sejam críticos ou progressistas porque são pontos aprovados pela prática, não considerando posições políticas. Cabe ao professor observar qual prática é apropriada para sua comunidade.
O ato de ensinar, é seformar e ser formado, ou seja, a docência não pode se separar da discência. Pode-se dizer que a docência é o educador, e a discência é o aprendiz.
Ensinar é mostrar possibilidades aos educando sua produção ou construção. Sempre deve ser um ser aberto a indagações. Deve pensar antes de agir, principalmente sobre o racismo, mesmo que você não goste de uma pessoa deve respeitá-la, e aprender aconviver com as diferenças.
O docente tem que ter segurança no que está falando, para isso tem que estar sempre tendo curiosidade para aprender sempre mais, para que o seu aluno quando vier a perguntar algo saber responder.
“... ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção.” (Paulo Freire, Pedagogia da autonomia, p.22) Esta frasesignifica dizer que tem que mostrar um caminho a ser seguido depende do educando trilhar pelo caminho que lhe foi mostrado.
O educador tem o dever de ensinar o caminho certo, mesmo que às vezes, pense errado. “Só na verdade, quem pensa certo, mesmo que, às vezes, pense errado, é quem pode ensinar a pensar certo.” (Paulo Freire, Pedagogia da autonomia, p.27)
Nunca os educadores podem afirmar que sabetudo, pois a cada dia aprendem-se mais coisas.
Ensinar sempre será uma tarefa bem difícil. Todos os dias aprendem algo novo, e por isso para transmitir o conhecimento exige pesquisas atualizadas.
Cada educando convive no seu dia-a-dia com a sua própria realidade. E assim o educador necessita respeitar a interpretação daqueles alunos e trazer para dentro da sala de aula. E fazer uma comparaçãode teoria e prática, e ensinar o caminho certo, deixando que o aprendiz queiro seguir ou não seguir.
Porém muitos criticam a escola, por dizer que o ambiente escolar não é partido.
A curiosidade é a “ponta pé” inicial de criatividade, pois não existiria criatividade sem curiosidade. É por meio da curiosidade que aprendem coisas novas. E ensinam os conhecimentos adquiridos com criatividade.
Oeducador tem o dever de ter estética e ética, ou seja, o professor tem que saber o que deve ou não deve falar aos alunos, mesmo sabendo que sua opinião é a correta, pois tudo que o docente fala, os educando aprendem com muita facilidade.
Não adianta falar o dito popular “faça o que mando e não o que eu faço” (Paulo Freire, Pedagogia da autonomia, p.34), pois principalmente crianças quando vêemalguma coisa quer logo imitar, então deve vigiar-se constantemente, mesmo que tenha vontade de fazer algo errado que pode se prejudicar profissionalmente.
Discriminação é o que não pode conter em um “currículo” principalmente de um pedagogo, pois estará trabalhando em uma área, que interage com vários tipos de pessoas.
Um dos exemplos citados sobre o fumo no livro Pedagogia da autonomia napagina 40, trata-se que aprendem o que está certo ou errado, mais para isso tem que ter uma reflexão sobre o que faz e ter raiva, de uma forma positiva sobre o que praticava e o que pratica.
Cada gesto de professor, para o aluno pode valer muita coisa, mesmo que seja pequeno. As escolas não têm o direito de exigir que o aluno não risque as carteiras, paredes etc., mas tem o dever de deixar oambiente o mais agradável possível para educar os alunos.
A partir do momento que o mundo foi sendo criado, foi existindo regras, para saber onde eu começo e onde eu termino para o outro começar. E começou ter discussões entre sujeitos, pois um tinha uma determinada opinião e a outra pessoa opinião contrário. Sendo capazes de comparar, de decidir o que é melhor para a sua própria vida.
A vida...
tracking img