Nada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1206 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS
DEPARTAMENTO DE QUÍMICA ORGÂNICA E INORGÂNICA

QUESTIONÁRIO PRÁTICO-TEÓRICO

ALUNA: NURYANA ALVES FERREIRA
MATRÍCULA: 0316869
CURSO: ENGENHARIA QUÍMICA
DISCIPLINA: QUÍMICA ORGÂNICA EXPERIMENTAL

FORTALEZA
MAIO / 2012
QUESTIONÁRIO

1- O que é óleo essencial? Cite alguns métodos de extração.
Conceitualmente, os óleos essenciais sãomisturas complexas de compostos vegetais, voláteis, geralmente odoríferos, exalados por cer­tas plantas aromáticas e principalmente por suas flores. São produzidos nos diferentes órgãos vegetais. Além de odoríferos, são altamente voláteis e têm consistência mais aquosa, diferentemente dos óleos gordurosos. Os óleos essenciais proveem de diferentes partes das plantas: pétalas, raízes, caule, bagas,sementes, seiva, folhas ou casca. Dependendo do tipo de planta em questão os óleos concentram-se num local distinto. Da mesma forma, o método de extração ideal também varia em função da planta. Entre esses métodos podemos citar: Destilação a vapor, extração por solvente, CO2 hipercrítico, prensagem a frio, turbodestilação, hidrodestilação, enfleurage, fitóis ou florasóis e maceração.

2- Naextração de 500 g de folhas verdes de Eucalyptus tereticornis foi coletado 1 mL de óleo essencial de massa 700 mg. Qual o rendimento percentual e a densidade do óleo?

3- Como o óleo essencial pode ser extraído do hidrolato?
A partir do tratamento com sulfato de sódio anidro [Na2SO4], para remoção de água.

4- Quais vidrarias são utilizadas no sistema de extração de óleo essencial?
*Condensador;
* Dosador de Cleavenger;
* Adaptador;
* Balão Volumétrico.

5- Por que a bixina é extraída a partir de uma solução alcalina? Faça a reação.
Porque a bixina é um ácido carboxílico, e reage com a base adicionada formando um sal solúvel em água. A partir daí, retiram-se as demais impurezas da solução alcalina da semente de urucum.
+ NaOH + H2O
6- A fase orgânica(clorofórmica) fica na parte superior ou inferior no funil de separação?
A fase orgânica fica na parte inferior do funil de separação, pois a densidade do clorofórmio é maior que a densidade da água. Densidade da água: 1,0 g/cm3; Densidade do clorofórmio: 1,53 g/cm3.

7- Qual a finalidade da extração da fase aquosa ácida com clorofórmio?
Acidificando a solução alcalina, o composto volta a ser ácidocarboxílico, e dessa forma pouco insolúvel em água, devido à grande cadeia carboxílica. Porém esse composto apolar é solúvel no solvente apolar clorofórmio, que é adicionado em seguida para posterior extração.
+ HCl + NaCl

8- O que você faria para separar uma mistura de naftaleno, piridina e ácido p-toluóico? Os três compostos são insolúveis em água.

1. Adicionar base à solução, formandoassim uma solução alcalina, neutralizando o ácido p-toluóico, tornando-o um sal.
2. Adicionar um solvente orgânico, como o clorofórmio, fazendo assim que o naftaleno e a piridina fiquem solubilizados na fase orgânica.
3. Separar as duas fases: aquosa e orgânica.
4. Na fase aquosa, acidificar a solução, tornando o sal em ácido p-toluóico novamente e em seguida adicionar clorofórmio parasolubilizar o ácido p-toluóico na parte orgânica. Feito isso, retirar o clorofórmio com um rotoevaporador, ficando assim somente o ácido p-toluóico.
5. Na fase orgânica de clorofórmio mais as substâncias solubilizadas, adicionar solução ácida de HCl e agitar, para solubilizar a piridina na solução ácida, tornando-a um ácido.
+ HCl
6. Separar as duas fases: aquosa e orgânica.
7.Rotoevaporar a fase orgânica de clorofórmio, restando apenas o naftaleno.
8. Adicionar base à solução ácida, para obter piridina novamente. Depois adicionar clorofórmio para solubilizar a piridina na parte orgânica. Feito isso, retirar o clorofórmio com um rotoevaporador, ficando assim somente a piridina.

9- Em que consiste o processo de recristalização? Descrever todas as etapas de uma...
tracking img