Nada da jeito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1139 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto

2ª Conferência Internacional HMI
Gestão de Turismo Sustentável

Relatório de Sustentabilidade do
Turismo de Portugal, I. P.
Luís Patrão

Estoril, 28 Outubro 2009

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Nota de Enquadramento
•Consagração do princípio geral da sustentabilidade (Lei de Bases
do Turismo - Decreto-Lei n.º191/2009, de 17 de Agosto)
•O benchmark realizado permitiu concluir queo Turismo de Portugal e
o seu congénere da Suécia, são as primeiras entidades a nível
mundial a apresentar um Relatório de Sustentabilidade
•Primeiro Instituto Público nacional a avaliar o próprio desempenho e
impacto na sustentabilidade do sector
•1º Relatório de Sustentabilidade faz a avaliação anual do
desempenho económico, ambiental e social do Turismo de
Portugal, relativo a 2008, bemcomo do sector do Turismo, traçando
objectivos a médio prazo

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Prosperidade económica
295,4 milhões € de Receitas
223,9 milhões € de Valor Económico Distribuído:
• 31,2 milhões € em Custos de Estrutura
•192,7 milhões € em Custos Operacionais
(Promoção, Investimento, Formação e Outros)

TURISMO
DE
PORTUGAL
GERA
RIQUEZA

COLABORADORES (salários: 19milhões €)
FORNECEDORES (aquisição de bens e serviços: 46 milhões €)
EMPRESAS PARTICIPADAS (Turismo Capital -SCR, SA: 60% e Turismo Fundos SGFII, SA: 53%)
CLIENTES E PARCEIROS DE NEGÓCIOS (PIT, Protocolos Bancários, QREN)

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Protecção ambiental
A protecção ambiental é uma das preocupações do Instituto, e tem vindo
a assumir um papel cada vez mais importante.
Boaspráticas:
•Generalização da utilização de lâmpadas de baixo
consumo energético e da separação de resíduos (papel,
plástico, toners e tinteiros e óleos alimentares);
•Aquisição de diversos computadores portáteis do modelo
vencedor do Green IT Survey 2008 da Greenpeace.

Objectivo 2009:
Reduzir
os
consumos
energéticos
através
da
implementação da vídeo-conferência em substituição dereuniões presenciais e da substituição de impressoras
para modelos mais amigos do ambiente.

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Equidade e coesão social
610 colaboradores, 108 professores e 364 formadores externos na rede
nacional de EHT’s e 44 colaboradores na rede dos Centros de Negócio da
AICEP

•4,9% de absentismo, inferior aos valores médios
nacionais (6,8%)

•45% dos colaboradores comqualificação de nível
superior

•74,3% dos colaboradores envolvidos em acções
de formação

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Equidade e coesão social
Apoio à Comunidade
O papel das Escolas de Hotelaria e Turismo
•Capacidade de atrair e fixar população em zonas mais interiores
•Dinamização económica das comunidades através da criação
de emprego directo e indirecto
•Protecção e conservaçãodo património histórico e cultural
Viana do Castelo (antigo Forte de Santiago da Barra)

EHT VIANA DO CASTELO

EHT PORTALEGRE

Lisboa (recuperação da antiga escola Machado Castro)
Portalegre
Robinson)

(reconversão

dos

terrenos

da

Porto (reabilitação da Escola Soares dos Reis)
EHT LISBOA

antiga

Fábrica

EHT PORTO

Mecenato Social
Programa Allgarve, cujas receitasde bilheteira dos concertos Edition
reverteram a favor de instituições de solidariedade social com acção no
Algarve num total de 112 mil €.

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE
Desafios à sustentabilidade do sector
Considerando os grandes desafios identificados no Plano de Acção para
um Turismo Europeu mais Sustentável, o Turismo de Portugal aposta:

Desafio I – Reduzir a Sazonalidade daProcura
•Diminuição do desequilíbrio sazonal da procura através da diversificação
da carteira de produtos e da discriminação positiva na concessão de
incentivos a projectos de investimento que contribuam para o equilíbrio
da procura ao longo do ano;
•Reforço da acessibilidade aérea através do apoio à dinamização de
ligações aéreas directas aos principais mercados emissores nas duas
épocas...
tracking img