Núcleo atômico e radioatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 9 (2193 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Física
Núcleo atômico & Radioatividade



















Núcleo atômico

O núcleo atômico é constituído por prótons, que possuem carga elétrica positiva, e nêutrons que possuem ambas as cargas elétricas (negativa e positiva), o que a torna neutra. Cada próton do núcleo tenta afastar outro próton, devido à repulsão elétrica, só não o faz por existir outraforça de atração entre os nêutrons e os prótons, e com isso parcialmente contrabalançando a repulsão elétrica próton-próton.

Historicamente, vários modelos foram propostos para o núcleo: Modelo da gota líquida, Modelo ótico, Modelo coletivo entre muitos outros. Entretanto, o panorama do núcleo atômico só foi ficando mais claro quando a estrutura das próprias partículas elementares (próton enêutron) foi sendo desvendada, demonstrando que estas não eram assim verdadeiramente elementares.

As forças de coesão nuclear foram propostas primeiramente com base nos modelos de muons e píons como integrantes da chamada "cola nuclear". Entretanto, os modelos atômicos mais recentes explicam que prótons e nêutrons compartilham uma sub partícula. A tal sub partícula compartilhada é umglúon. Um próton eum nêutron se comportam como dois cachorros brigando por um osso: ora o osso (o glúon) está com um cachorro (o próton) e ora está com o outro cachorro (o nêutron), assim eles se mantém próximos. Como são diversos prótons e diversos nêutrons, a "disputa" envolve todas as partículas e elas se mantém unidas. Essa união enfraquece se o átomo for muito grande como num átomo de urânio, por exemplo.Esses átomos muito grandes são instáveis e podem perder partes de si - processo chamado de desintegração radioativa. Existem vários modelos para explicar como o átomo é constituido. OS primeiros, como o de Dalton, tratam o átomo como uma esfera maciça, homogênea e indivisível, totalmente oposto aos fenômenos radioativos conhecidos. A radioatividade provoca alterações no núcleo e, em alguns casos,ele pode ser quebrado para formar novas substancias. O modelo de Thompson explica a presença de cargas elétricas no átomo, que ainda é tido como esférico. A presença de um núcleo só começou a fazer parte dos modelos atômicos que surgiram posteriormente a Rutherford.

















Radiatividade

Introdução:

Radioatividade é o fenômeno físico-químico, natural ou artificial,aonde um átomo emite partículas elementares com características energéticas capazes de interagir com outros elementos, como realizado na primeira experiência na qual partículas radioativas foram suadas para marcas uma lâmina fotográfica.Seu estudo tem sido importante para a comunidade humana, pois a manipulação benéfica da radioatividade é amplamente usada na medicina e na geração de energia,como é o caso da tecnologia da radiologia ou na geração de energia nuclear.Porém, seu uso também pode trazer malefícios ao ser humano. A exposição a certas emissões pode causar danos irreversíveis ao organismo, e a tecnologia nuclear já fora usada para fins bélicos, como o caso das bombas nucleares da II guerra mundial.

A radioatividade é um fenômeno natural ou artificial, pelo qual algumassubstâncias ou elementos químicos, chamados radioativos, são capazes de emitir radiações,[1] as quais têm a propriedade de impressionar placas fotográficas, ionizar gases, produzir fluorescência, atravessar corpos opacos à luz ordinária, etc. As radiações emitidas pelas substâncias radioativas são principalmente partículas alfa, partículas beta e raios gama. A radioatividade é uma forma de energianuclear, usada em medicina (radioterapia), e consiste no fato de alguns átomos como os do urânio, rádioe tório serem “instáveis”, perdendo constantemente partículas alfa, beta e gama (raios-X). O urânio, por exemplo, tem 92 prótons, porém através dos séculos vai perdendo-os na forma de radiações, até terminar em chumbo, com 82 prótons estáveis. Foi observada pela primeira vez pelo francês Henri...
tracking img