Nódulos na tireoide

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6322 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Tumores e Nódulos Tireoidianos
            A tireóide saudável é formada por folículos típicos e estroma rico em vasos sangüíneos. O Folículo Tireoideano: é constituído por uma camada epitelial simples (células cubóides) que encerra uma cavidade geralmente repleta de colóide. A forma das células sofre uma variação, isto é, são baixas quando a glândula tem atividade diminuída e altas quando aatividade se eleva. As células foliculares estão assentadas sobre uma membrana basal. O citoplasma destas células é finamente granuloso cianófilo. Os núcleos são vesiculares, centrais ou deslocados para a base. O colóide representa reserva de secreção: rico em nucleoproteínas e contém "Tireoglobulina" e "Enzimas". A tireoglobulina é uma glicoproteína contendo vários ácidos animados isolados.Cora-se pelo PAS. No colóide o iodo está sob a forma de triiodotironina (T3) e tetraiodotironina (T4) ligadas a uma globulina e que são componentes da tireoglobulina.
Os nódulos tireoidianos constituem a principal manifestação clínica de uma série de doenças da tireóide com uma prevalência de aproximadamente 10% na população adulta. O maior desafio é excluir o câncer da tireóide, que ocorre em 5 a 10%dos casos. Pode-se concluir razoavelmente que os nódulos tereoidianos são muito comuns, mas que o câncer da tireóide é extremamente raro. Os carcinomas diferenciados respondem por 90% dos casos de todas as neoplasias malignas da tireóide. A maioria dos pacientes com carcinoma diferenciado apresenta, geralmente, um bom prognóstico quando tratada adequadamente, com índices de mortalidade similaresà população geral. No entanto, alguns indivíduos apresentam doença agressiva, desafiando o conhecimento atual e ilustrando a complexidade do manejo dessa neoplasia
Assim, o principal desafio para o clínico é diferenciar um nódulo com potencial maligno de um nódulo tireoidiano inócuo. Para isto, utilizam-se dados de história e exame físico, características ultra-sonográficas e de Doppler,marcadores séricos e a citologia do nódulo, obtida por punção aspirativa com agulha fina (PAAF).
Com esses dados, é possível identificar com razoável sensibilidade e especificidade os pacientes portadores de carcinoma de tireóide, que podem ser carcinomas bem diferenciados da tireóide (papilífero ou folicular), carcinoma medular da tireóide (espontâneo ou familiar) e carcinoma anaplásico.CLASSIFICAÇÃO DOS NÓDULOS TIREOIDIANOS
Histologicamente, os Nódulos tireoidianos são classificados como descrito na tabela 1.
Tabela 1: Classificação histológica dos tumores tireoidianos
Nódulos tireoidianos |
Tumores derivados de células foliculares | Benignos |          Adenoma folicular |
| Malignos | Diferenciados |          Carcinoma papilífero         Carcinoma folicular |
| | Poucodiferenciados |          Carcinoma insular |
| | Indiferenciados |          Carcinoma anaplásico |
Tumores derivados das células parafoliculares (C) |          carcinoma medular |
Outros tumores |          Linfomas         Sarcomas |
 
TUMORES DERIVADOS DE CÉLULAS FOLICULARES
Benigno

Adenoma Folicular
Trata-se de um tumor benigno encapsulado formado por células foliculares. É otumor de tireóide mais comum, encontrado em 4%-20% das glândulas em autópsias.
Os adenomas são lesões solitárias que só raramente ultrapassam os 3cm de diâmetro, definidas prontamente em relação à substância tireoidiana circundante. Raramente estão presentes dois ou até mais adenomas. Ao corte transversal, variam desde o marrom-pálido ao cinzento, são maciças e carnosas e, às vezes, possuemfocos de amolecimento, hemorragia, ou fibrose central com calcificação.
A diferenciação de um nódulo dentro de um bócio multinodular de um adenoma é complexa. Os critérios morfológicos para identificar um adenoma são:
*Encapsulamento fibroso completo
*Uma distinção clara entre a arquitetura dentro e fora da cápsula
*Compressão do parênquima tireoidiano ao redor do adenoma
*Ausência de...
tracking img