Níveis de escrita segundo emilia ferreiro

HIPÓTESES DE ALFABETIZAÇÃO SEGUNDO

EMILIA FERREIRO E ANA TEBEROSKY.

Por acreditarem que a criança busca a aprendizagem na medida em que constrói o raciocínio lógico e que o processoevolutivo de aprender a ler e escrever passa por níveis de conceitualização que revelam as hipóteses a que chegou a criança, Emilia Ferreiro e Ana Teberosky definiram , em seu Psicogêne da LínguaEscrita, cinco níveis:

• Nível 1: Hipótese Pré-Silábica;
• Nível 2: Intermediário I;
• Nível 3: Hipótese Silábica;
• Nível 4: Hipótese Silábico-Alfabética ouIntermediário II;
• Nível 5: Hipótese Alfabética.


A caracterização de cada nível não é determinante, podendo a criança estar em um nível ainda com características do nível anterior.Essas situações são mais frequentes nos níveis Intermediários I e II, onde frequentemente podemos nos deparar com contradições na conduta da criança e nos quais se percebe a perda de estabilidade donível anterior e a não estabilidade no nível seguinte, evidenciando o conflito cognitivo.

Garatujas – é a imitação mecânica do ato do adulto escrever. Nessa fase, a criança vivencia que desenhar éescrever, e ela tenta representar o objeto desenhado por meio de rabiscos.

[pic] [pic][pic]

Nível Pré-Silábico
Características
• Não estabelece vínculo entre a fala e a escrita.
•Neste nível, o aluno considera que coisas diferentes devem ser escritas de forma diferente
• Supõe que a escrita representa o nome dos objetos e não os objetos; coisas grandes (nomes grandes),coisa pequenas (nomes pequenos);
• Usa letras do próprio nome ou letras e números na mesma palavra;
• Utiliza letras aleatórias;
• Demonstra intenção de escrever através de traçado linearcom formas diferentes;
• Caracteriza uma palavra como letra inicial;
EXEMPLOS:

ASAaH (boi)

aHa (formiga)

ACPNPXNE (Artur quer achar o tesouro)

IEAFL...
tracking img