Mysteryum tremendum et fascinan

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (652 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
| PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAISINSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS - CULTURA RELIGIOSA |

-------------------------------------------------
Leitura orientada sobre o livro de JorgeSimões: Cultura Religiosa. O Homem e o Fenômeno Religioso.
-------------------------------------------------
Categorias de interpretação do fenômeno religioso. Cap. 2

P. 29.- Como entender apalavra CATEGORIA quando aplicada à interpretação do
fenômeno religioso? Quais são essas categorias?

Relembrando: Qual é a relação entre religiosidade e religião?O que é e como é caracterizado o símbolo religioso?

O Sagrado segundo R. Otto:

P. 30.- Como caracteriza Rudolf Otto o SAGRADO?
Qual o significado que ele da à expressão“Mysterium tremendum et
fascinans”?
R Na concepção de R. Otto o Sagrado apresenta características especiasi que o distinguem de todas as outras realidades. Entre essas características salientam-se anuminisodade(numen=divindade), o misterioso, a majestaade, o fascínio e também o medo(temor) , o respeito e a reverência.
Mysterium Tremendum et Fascinium, traduz a experiência que o homem experimentadiante do Sagrado.Duplo movimento espiritual: de um lado o medo , o respeito e a reverência e, do outro a fascinação , a atração,a alegria e a confiança.
Mistério porque se trata de algo que vaialém das realidades desse mundo e contém em si , algo maravilhoso.
Tremendo porque incute temor.Isso acontece porque o homem vê o numinoso como uma potência estranha a tudo que ele conhece e se impõe deforma absoluta.
Fascinante porque é atraente, inspira confiança.O homem se sente impelido a aproximar-se daquilo que o atrai.
P. 31.- Como define Otto a Religião?
Para Otto, oSagrado transcende a razão humana. Quer isso dizer que o Sagrado
é irracional?
RR. Otto define a religião como sendo o amor que teme e o temor que ama, numa busca de equilíbrio que nunca é...
tracking img