Mutações nos comportamentos e na cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3974 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As vanguardas das artes e literatura /
Portugal nos pós primeira Guerra: Tendências culturais






Ano letivo 2012/2013
Índice

Introdução……………………………………………. …pág. 2

Expressionismo …………………………………….…...pág. 3

Fauvismo……………………………………………. …. Pág. 4

Cubismo…………………………………………. ……...pág. 5Abstraccionismo………………………………………….pág.6

Futurismo……………………………………………...….pág. 7

Dadaísmo……………………………………………...….pág. 8

Surrealismo…………………………………………….....pág. 9

Modernismo português:
Contextualização no espaço e tempo ……………...……pág. 10

O primeiro e segundo Modernismo …………….......págs. 10.11

Caracterização do modernismo português…………... …pág. 12

Selecção de obras representativas………………….…...pág. 13

Contextualização da realidade portuguesa………...…….pág. 13

Articulação com as vanguardas europeias…………...….pág. 14

Conclusão……………………………………………. …. Pág. 15

Bibliografia e Webgrafia………………………………...pág. 16






Introdução

O trabalho que me foi proposto no âmbito da disciplina de História foi “As vanguardas das artes e literatura / Portugal nos pós primeira Guerra: Tendênciasculturais.
As primeiras vanguardas surgiram no séc.XX, onde Paris ganhou especial importância, era o centro artístico europeu.
De acordo com os seus interesses, artistas e homens trocavam ideias e experiências que iriam num futuro próximo criar as correntes estéticas que irei abordar ao longo do trabalho, são elas: o Fauvismo, o Expressionismo, o Cubismo, o Abstraccionismo, o Futurismo, o Dadaísmo,o Surrealismo e Os caminhos literários.
Na segunda vertente do trabalho abordarei o Modernismo Português, onde irei caracterizar as suas diferentes fases e ainda onde ilustrarei dando alguns exemplos de obras representativas.
De salientar que a Europa no inicio do séc. XX atravessava uma fase de grande otimismo , com confiança na indústria nas ciências , porém isso mudou com 1 guerra mundial ,houve uma crise de consciência , uma descrença total no futuro, e é desde a confiança total na Europa até a reconstrução da mesma depois da primeira e segunda guerra mundial , que estas Vanguardas , surgem .











Expressionismo

O expressionismo nasceu no início do século XX na Alemanha, se bem que existiam artistas nas décadas finais do século XIX precursores desta formaartística, Vincent Van Gogh e Toulouse – Launtrec foram dois dos principais. De modo a combater e abalar o conservadorismo em que se encontrava a arte apadrinhada pelo kaiser Guilherme II o expressionismo nasce como um grito de revolta individual contra uma sociedade demasiado hierarquizada e moralista, onde os artistas não se podiam verdadeiramente expressar, então quatro jovens estudantes dearquitectura fundaram em Dresden (1905) um grupo revolucionário denominado Die Brucke (A Ponte), este grupo era formado por, por Ernst-Ludwig Kirchner, Karl Schmidt-Rottluff, Emil Nolde e Max Pechstein, de salientar que esta corrente artística surgiu nesta mesma altura em mais cidades Alemãs, como Munique e Berlim e que outro grupo surgiu mais tarde com o nome: Der Blaue Reiter ( O cavaleiro azul) , estegrupo é inicialmente formado por Wassily Kandinsky,outros artistas envolveram.se com este grupo , (Franz Marc, August Macke, Paul Klee e Marianne von Werefkin.) .

.
Esta forma de expressão defendia a liberdade individual o irracionalismo os tema `proibidos `, (esta forma de expressão era uma maneira de os artistas expressarem os seus sentimentos mais livremente) era caracterizada :

-Grandes mancham de cor (intensas e contrastantes) aplicadas livremente.

- Os artistas distorciam as formas (primitivas e simples)
.
- Dimensão lírica da cor

- Claridade e luminosidade contratante ( quente/ frio , dura / macia ).

- Dinamismo da forma

Os artistas que pertenciam ao grupo Der Blaue Reiter (O cavaleiro azul) expressavam.se de maneira um pouco diferente de o grupo de...
tracking img