Museu de arte sacra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1114 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Superior de Ciências Educativas
Museu de Arte Sacra do Funchal

Licenciatura em Turismo UC: Museologia 3.º Ano – 2.º Semestre Docentes: Dr. Bruno Marques Dr.ª Helena Berenguer Carlos Alberto Ferreira Pereira de Abreu N.º 40109 – TB Maio de 2012

O Museu está instalado no antigo Paço Episcopal do Funchal, na Rua do Bispo, 21 e foi mandado levantar pelo Bispo D. Frei João doNascimento, em 1750. O projeto foi feito pelo mestre das obras reais, capitão Domingos Rodrigues Martins e o Paço, construído sobre parte de um outro mais antigo, de cerca de 1600, do anterior mestre Jerónimo Jorge, do qual resta a parte poente. O antigo Paço é um edifício barroco de grande volume, com pátio de entrada interior, calcetado e dotado de escadaria em cantaria regional. Superiormenteapresenta larga torre com varanda aberta sobre o mar, decorada com um grande painel de azulejos azuis e brancos, posterior a 1760. O Museu data de 1950 e apresenta um importante conjunto de obras de caráter religioso, de pinturas e esculturas flamengas das principais oficinas dos séculos XV e XVI. Apresenta igualmente obras desses séculos e dos seguintes de oficinas portuguesas, da Índia e do Japão,envolvendo também ourivesaria, talha, paramentos e mobiliário. O museu passou a organizar exposições temporárias tendo em conta, nos critérios, o contexto das coleções existentes, no sentido de alargar a compreensão dos seus núcleos, assuntos, temas e perspetivas históricas, abarcando tanto as exposições de arte antiga como a de arte contemporânea. Em 1973, o museu realizou a sua primeira exposiçãotemporária, cuja temática foi artes decorativas, com peças pertencentes a outros museus e também a coleções particulares. A exposição foi comissariada pelo Eng.º Luiz Peter Clode, e inclui-o objetos de oficinas europeias e orientais. Os objetivos que orientam o museu, são o de conservar, estudar e divulgar os bens patrimoniais e artísticos da Diocese do Funchal, que sem sombra de dúvida testemunhampassagens importantes na história da Ilha da Madeira, tendo em conta o seu público-alvo que se insere em todo o tipo de público, de todas as faixas etárias, bem como dos residentes ao público estrangeiro. Em 1994 foi instalado um serviço de educação, com principal objeto do público escolar, com algumas experiencias educativas, que passam pelo 1.º ciclo até ao ensino universitário. De salientar queas atividades deste museu incluem material próprio pedagógico e organização de visitas guiadas, para estes núcleos. O Museu funciona de terça a sábado das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 18h00, sendo que aos domingos a sua abertura é às 10h00, com encerramento às 13h00. Já em 2009, ganhou o prémio da Associação Portuguesa de Museologia – APOM – como melhor exposição, reunindo um conjunto de peçasemblemáticas de coleções de esculturas, pintura, ourivesaria, mobiliário, cerâmica, fotografia, entre outras.

Uma das obras marcantes deste museu é a Cruz Processional, com origem na Ourivesaria Portuguesa, primeiro quartel do séc. XVI. Esta cruz é constituída por prata dourada, relevada e acinzelada. Tem a altura de 127 cm e a largura de 55 cm, cuja proveniência é da Sé Catedral do Funchal,quando em 1528, D. Manuel I oferece à Catedral 20 peças de ourivesaria das quais incluiu a Cruz Processional. A cruz apresenta elementos decorativos e volumes arquiteturais da ourivesaria manuelina. Apresenta também elementos góticos, pois a sua base lembra uma catedral no seu final e apresenta influências renascentistas. Como Gil Vicente exercia profissão em Portugal, esta obra foi atribuída a si,pois a sua obra mais representativa da ourivesaria manuelina foi por si executada, a Custódia de Belém. Segundo Pedro Dias, esta obra insere-se no melhor do gótico flamejante, sendo uma das mais ricas doações, cuja comparação em obras de ourivesaria apenas podemos fazer com o Mosteiro dos Jerónimos. Incontestavelmente, esta obra é considerada a obra mais célebre do património Madeirense. Foi...
tracking img