Mundo em descontrole

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Anthony Giddens
Introdu~ao

Mundo em

descontrole
Tradu9iio de MARIA LUIZA X. DE A. BORGES

.!
EDITORA
RIO DE JANEIRO

RECORD
• SAO PAULO

"0 mundo esta numa correria, e esta chegando perto do fim" - assim falou um.certo arcebispo Wulfstan, num sermao proferido em York, no anode 1014. E facil imaginar os mesmos sentimentos sendo expressos hoje. Sao as esperan~as e ansiedades decada periodo uma mera c6pia em carbono das de epocas anteriores? Ha realmente alguma diferen~a entre 0 mundo em que vivemos no termino do seculo xx e 0 de tempos passados? Hci razoes fortes e objetivas para se acreditar que estamos atravessando um perfodo importante de transi~ao hist6rica. A1em disso, as mudan~as que nos afetam nao estao confinadas a nenhuma cireado globo, estendendo-se quase portoda parte. Nossa epoca se desenvolveu sob 0 impacto da ciencia, da tecnologia e do pensamento racional, que tiveram origem na Europa dos seculos XVII e XVIII. A cultura industrial ocidental foi moldada pelo numinismo - pelos escritos de pensadores que se opunham a influencia da religiao e do dogma e. desejavam substitu{·los por uma abordagem mais radonal vida pratica. Os fil6sofos do Iluminismoobservavam urn preceito simples mas obviamente muito poderoso. Quanto mais form os capazes de compreender racionalmente 0 mundo, e a n6s

a

mesmos, mais poderemos moldar a hist6ria para nossos pr6· prios prop6sitos. Temos de nos libertar dos habitos e precon ceitos do passado a fim de controlar 0 futuro. Karl Marx, cujas ideias muito deveram ao pensamento iluminista, expressou essaconceps;ao emtermos muito simples Temos de compreender a hist6ria, afirmou ele, a fim de fazet hist6ria. Orientados por essa no~ao, Marx e 0 marxismo rive· ram vasta influencia sobre 0 seculo XX. Seglindoessa concep~ao, C:Ql!tmaiQt desenvolvimento da ciencia e da tecnologia 0 mundo iria se tomar mais estavel e ordenado. Ate muitos pensadores que se opunham a Marx acei taram essa ideia. 0 romancista GeorgeOrwell, por exemplo, anteviu uma sociedade com excessiva estabilidade t~ previsibilidade - em que nos tornarfamos todos minusculoi!l dentes de engrenagem numa vasta maquina social e economi· ca. 0 mesmo fizeram muitos pertsadores sociais, como 0 fa·· moso soci610go alemao Max Weber •.. o mundo em que nos encontramos hoje, no entanto, nao se parece muito. com 0 que eles previram. Em vez de estar cadavez mais sob nosso comando, parece urn mundo em descon· trole. Alem disso, algumas das influencias que, supunha-se all· tes, iriam tomar a vida mais segura e previsfvel para n6s, entre elas 0 progresso da ciencia e da tecnologia, tiveram muitas ve· zes 0 efeito totalmente oposto. A mudan~a do clima global e os riscos que a acompanham, por exemplo, resultam provavel~, mente de nossa interven~ao noambiente, Nao sao fenomeno~ naturais. A ciencia e a tecnologia estao inevitavelmente envol· vidas em nossas tentarivas de fazer face a esses riscos, mas tam· hem contribufram para cria-Ios. . Deparamos situa~oes de risco que ninguem teve de enfrep" tar na hist6ria passada - das quais 0 aquecimento global

apenas uma. Muitos dos novos riscos e incertezas nos afetam onde quer que vivamos, naoimporta qUaDprivilegiados ou carentes sejamos. Eles estao inextricavelmente ligados a globaliza~ao, esse pacote de mudan~as que e 0 assunto de todo este livro. A ciencia e a tecnologia tomaram-se elas pr6prias globalizadas. Calculou-se que 0 numero de cienristas que trabalham no mundo e maior hoje do que antes em toda a hist6ria da ciencia. Mas a globaliza~ao tern tambem uma diversidade de outrasdimens6es. Ela poe em jogo outras formas de risco e incerteza, especialmente aqueIas envolvidasna economia eletronica global - ela pr6pria urn desenvolvimento muito recente. o risco esta estreitamente associado ,a inova~ao. Nem sempre cabe minimiza-Io; a uniao ativa dos riscos financeiro e empresarial e a for~a propulsora mesma da economia globalizante. Que e a globaliza~ao, e se ela representa...
tracking img