Mulheres executivas no mercado de trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9867 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
5, 6 e 7 de Agosto de 2010 ISSN 1984-9354

MULHERES EXECUTIVAS NO MERCADO DE TRABALHO
FILIPE DE CASTRO QUELHAS (UFF) jdquelhas@predialnet.com.br

Os movimentos feministas contribuíram para o avanço das mulheres na nossa sociedade, além de contribuir para o reconhecimento da mulher no mercado de trabalho como pessoa que possui direitos, tendo em vista que ela desenvolve da mesma formaa que ohomem as suas atribuições profissionais, contribuiu também para o respeito quanto ao seu reconhecimento como mulher e cidadã. Assim, este estudo analisou a liderança da mulher no mercado de trabalho, já que a participação da mulher no mercado de trabalho tem aumentado significativamente nos últimos anos. Foi visto que hoje, a presença expressiva de mulheres em cargos e funções cada vez maisdiversificados mostra que elas têm conquistado seu espaço no âmbito público de produção. Além disso, elas estão liderando os índices de escolaridade em relação aos homens e, ainda que de forma menos expressiva, estão ocupando, com tendência crescente, cargos de chefia e posições gerenciais e políticas. Concluiu-se que a liderança feminina no mercado de trabalho cresceu, pois a mulher enfrenta osdesafios cotidianos que o mundo coorporativo lhe impõe, atua com coragem ao assumir riscos, exerce a criatividade, lidera suas equipes de trabalho e valoriza o elemento humano, de forma a cultivar e estabelecer interrelações pessoais diferenciadas. Palavras-chaves: Mercado de trabalho; Mulher; Liderança

VI CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO
Energia, Inovação, Tecnologia e Complexidade para aGestão Sustentável
Niterói, RJ, Brasil, 5, 6 e 7 de agosto de 2010

1. INTRODUÇÃO

Ao se deparar com a figura histórica do trabalho feminino, encontra-se um caminho que parte desde a Idade Média, mas que pode ser facilmente resumido em atividades dentro de casa ou na agricultura. Poucos ofícios eram acessíveis à mulher fora do âmbito doméstico e o transcurso dos séculos não mudava talcondição. A partir do Século X este quadro passou a sofrer consideráveis mudanças e, quase todas as profissões exercidas habitualmente pelos homens passaram também a serem exercidas pelas mulheres. Ocorre que tal fato veio a acarretar uma discriminação muito grande no que dizia respeito a remuneração recebida por um sexo e pelo outro, sendo que no Século XIV, a mulher ganhava o equivalente a ¾ do saláriorecebido pelo homem. Com a Revolução Industrial, no Século XIX, o trabalho feminino foi aproveitado em larga escala nas fábricas, a ponto de serem acusadas pelos homens de usurpadoras de direitos. O desenvolvimento da maquinaria possibilitou o trabalho de mulheres e crianças, tendo em vista que se tornou desnecessário o uso de grande esforço físico. Os movimentos feministas contribuíram para oavanço das mulheres na nossa sociedade, além de contribuir para o reconhecimento da mulher no mercado de trabalho como pessoa que possuem direitos, tendo em vista que ela desenvolve da mesma forma que o homem as suas atribuições profissionais, contribuiu também para o respeito quanto ao seu reconhecimento como mulher e cidadã. Feitas estas considerações iniciais, pretende-se discorrer sobre aliderança da mulher no mercado de trabalho. Esta pesquisa se justifica pela importância do tema, já que a participação da mulher no mercado de trabalho tem aumentado significativamente nos últimos anos. A mulher ainda se encontra discriminada, mais notadamente no mercado de trabalho, onde homens ocupando a mesma função recebem maior remuneração. Além de que há vagas

1

VI CONGRESSO NACIONAL DEEXCELÊNCIA EM GESTÃO
Energia, Inovação, Tecnologia e Complexidade para a Gestão Sustentável
Niterói, RJ, Brasil, 5, 6 e 7 de agosto de 2010

destinadas somente a homens, quando uma mulher também poderia exercê-la. No entanto, o mercado flexível exige habilidades como criatividade, empatia para lidar com o cliente, docilidade e “jogo de cintura”, características consideradas femininas (VILAS...
tracking img