Mst movimento sem terra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2571 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UFSC: Portas Abertas ao MST
UFSC: The Doors are Open for MST

Gabriel Silva Pedrazzani

RESUMO
Este trabalho refere-se ao projeto de extensão “UFSC: portas abertas ao MST”, o qual
pretende favorecer a reflexão sobre demandas sociais de professores e alunos com os
movimentos sociais organizados e viabilizar o acesso ao conhecimento especializado
produzido na universidade: criandopossibilidades de intercâmbio; interligando os
conhecimentos do movimento social e os conhecimentos da universidade; ampliando as
perspectivas da produção de conhecimentos realmente válidos para a sociedade, os
movimento sociais e para nossa formação acadêmica. Sempre que nos encontramos, nas idas à
acampamentos e assentamentos ou mesmo aqui na universidade, tiveram “místicas”. A análise
sobre amística estará relacionada com os objetivos do projeto, tentando focar como as formas
de organização em acampamentos do MST possibilitam criar novas relações entre as pessoas,
ensejando uma nova realidade: que desnaturaliza a realidade e demonstra sua forma particular
de ação. Estas místicas são uma forma do MST comunicar-se a si mesmo, e podem ser
trabalhadas para que o MST comunique-se comoutros segmentos da sociedade, como os que
acompanhei junto com nosso grupo de pesquisa/extensão.
Palavras Chaves: Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra; intercâmbio; mística.
ABSTRACT
This article refers to the project “UFSC: the doors are open for MST”, who pretends to
focal the interchange form social moviments and Univercyties things.
Key Word: MST; interchange; mistic

INTRODUÇÃONeste trabalho, pretendo enfocar como as formas de organização em acampamentos do
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST, possibilitam criar novas relações
entre as pessoas. Em especial, como constituem-se formas de organização a partir das
“místicas”*, ensejando uma nova realidade: que desnaturaliza a realidade e demonstra sua
forma particular de ação.
*

A primeiramística que participei foi no acampamento “Manoel Alves Ribeiro”: representava a união dos
trabalhadores do campo e da cidade. Na entrada principal do acampamento, em cima de umas pedras foram
sendo colocados objetos que simbolizavam esta união, e as pessoas foram se distribuindo num semicírculo, com
os objetos ficando logo à frente de todos, lembrando um altar. Os objetos eram as ferramentas detrabalho do
campo e as da cidade, as comidas do campo e da cidade. O locutor foi descrevendo-as e passou ao próximo ato
pedindo para que algumas pessoas com cartazes dos nomes das entidades que representavam fossem passando a

2

Apesar da situação crítica que a esquerda vive hoje no mundo, o MST conseguiu
tornar-se um movimento social com grande força política contagiando, com confiança nofuturo, os que se aproximam dele. Ao se utilizar a linguagem artística (musical, poética ou
teatral) para reafirmar valores e objetivos do Movimento, cria-se uma motivação que renova a
busca à utopia (Medeiros, 2002: 160).
Mas isso não ocorre espontaneamente. É algo que tem a ver com a segurança com que
se propõe o socialismo como alternativa para a atual ordem neoliberal capitalista, com aférrea
decisão de lutar contra suas injustiças, com a confiança na capacidade solidária do homem. E
a situação de acampamentos esta relacionada fundamentalmente com a resposta imediata aos
problemas dos sem terra: a conquista da terra, enfim “a organização de uma ocupação
decorre da necessidade de sobrevivência. Acontece pela consciência construída na realidade
em que se vive. É portanto, umaprendizado em um processo histórico de construção de
experiências de resistência” (Fernandes, 2000: 282). É algo que o MST cultiva em todas as
atividades coletivas que realiza – e a que denomina de mística. Nela o canto, o teatro e a
participação do “público” desempenham um importante papel junto com os símbolos do
Movimento: sua bandeira, seu hino e os gestos e palavras de ordem dos...
tracking img