Mps-br - melhoria de processo do software brasileiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1339 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MPS-BR

Melhoria de Processo do Software Brasileiro

Índice

Introdução 2
Modelo de Maturidade 2
Visão Geral do Modelo 2
Definição de escopo e riscos do projeto 3
Alocação de Recursos Humanos 4
Planejamento e Controle 4
Fornecedor de Requisitos 5
Objetivos de Medição 5
Conclusão 6
Introdução



Esse trabalho irá retratar os conceitos envolvidos nautilização do modelo de maturidade MPS-BR na gestão de projetos em fábricas de software, explicando como o modelo pode guiar para a execução de processos com qualidade e, consequentemente, a geração de lucro e produtividade maior.





Modelo de Maturidade



Um modelo de maturidade serve como um caminho a ser seguido por empresas que desejam melhorar seu desempenhooperacional de forma consistente. Sendo assim, baseiam-se na ideia de que as pessoas, áreas funcionais e processos evoluem através de um processo de desenvolvimento em direção a uma maturidade mais avançada.

O MPS-BR não define como o processo deve ser executado, apenas aponta quais devem ser as características estruturais com que o trabalho deve ser executado tendo como objetivo um grau dequalidade. Ou seja, o modelo não padroniza como deve ser a execução dos processos, pois cada empresa irá ter seus próprios processos e sua forma de execução, mas aponta para as práticas corretas, no desenvolvimento de software, que levarão a um produto de software de qualidade.

Também é possível verificar, para os gestores da organização, em que estado de maturidade se encontram osprocessos atualmente desempenhados pela empresa. A partir desse ponto, é possível planejar as ações para buscar uma maturidade superior e alcançar objetivos estabelecidos.





Visão Geral do Modelo



O MPS-BR é um movimento para a melhoria da qualidade e um modelo de qualidade de processo voltada para a realidade do mercado de pequenas e médias empresas dedesenvolvimento de software no Brasil.

No MPS-BR, os processos são descritos em termos de propósito, resultados e informações adicionais. Sendo assim, o propósito descreve o principal objetivo a ser atingido durante a execução do processo e os prováveis resultados obtidos; os resultados do processo podem ser verificados por um artefato produzido, uma mudança significativa de estado e umatendimento às especificações; as informações adicionais são referências que podem ajudar na definição do processo pela organização.

A capacidade do processo é a caracterização da habilidade do processo para alcançar os objetivos de negócio, atuais e futuros. A capacidade estabelece o grau de refinamento com que o processo é executado na organização. A seguir, serão exemplificadas asdireções do modelo MPS-BR para etapas importantes da execução de projetos de software.





Definição de escopo e riscos do projeto



O modelo MPS-BR prevê a definição do escopo do projeto, ou seja, uma definição clara do produto que será produzido pela empresa. Essa premissa é válida no sentido de que eventuais mudanças poderão ser melhor tratadas, uma vez que o escopodo projeto foi definido e que se conheça o impacto das mudanças no projeto como um todo. Mesmo parecendo um processo óbvio da concepção de um projeto, muitas empresas definem um escopo vago que acabam por confundir mudanças sempre como novos requisitos, ou seja, ao invés de uma alteração de escopo inicial, seria apenas um incremento deste.

Não basta apenas definir o produto final doprojeto, é necessário também conhecer os riscos envolvidos. O PMBOK ressalta que um projeto é a criação de um produto ou serviço exclusivo, ou seja, diferente em algum aspecto de tudo que já foi criado antes. Sendo assim, incertezas estão presentes, uma vez que não se tratam de trabalhos rotineiros. É fundamental o gerenciamento de riscos que, segundo o modelo MPS-BR, ocorre em algum nível,...
tracking img