Mpls em redes tcpip

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2697 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA
CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS – CCT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO
CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO
SEMINÁRIO I – P.A.P.I.T. EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

ENGENHARIA DE TRÁFEGO EM REDES IP/MPLS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – UEMA
CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS – CCT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO
CURSO DE ENGENHARIADA COMPUTAÇÃO
SEMINÁRIO I – P.A.P.I.T. EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

ALLAN LEITE LEONARDO MATRÍCULA 09932013

Sumário
1. Introdução 4
2. Motivação 5
3. Histórico 6
4. O protocolo MPLS 8
4.1. Componentes de Encaminhamento e Controle 8
4.2. Comutação de Labels 9
4.3. Estabelacimento de Label Swithed Path 11
5. Aplicações em Engenharia de Tráfego 13
6. Conclusão 15
REFERÊNCIAS 161. Introdução

Com o crescimento explosivo da Internet, os fornecedores de serviços IP (ISP – Internet Service Providers) necessitam de dispor de uma infraestrutura de rede (backbone) de elevada capacidade e pequena latência, flexível, escalável, e que permita oferecer Qualidade de Serviço diferenciada. A gestão destas redes requer mecanismos poderosos de Engenharia de Tráfego, isto é, acapacidade de mapear fluxos na topologia física, de forma a distribuir o tráfego de forma equilibrada na rede, e assim conseguir utilização eficiente de recursos, evitar congestionamento e melhorar o desempenho global. A utilização do MPLS (Multi Protocol Label Switching) tem apresentado uma rápida expansão devido às facilidades de agregação de serviços à rede, possibilitando implementar de formarelativamente simples serviços tais como QoS (Quality of Service), VPNs (Virtual Privates Networks) e engenharia de tráfego. Estas soluções não são novas e nem exclusivas do MPLS, várias outras propostas foram desenvolvidas com o intuito de agregar qualidade de serviço à rede.
O MPLS propõe um método para gerar uma estrutura de comutação sob qualquer rede de data-gramas, criando circuitos virtuais apartir das rotas organizadas pelos protocolos de roteamento da camada de rede. Para isso o MPLS usa de comutação IP baseado em rótulos, esquema já utilizado por algumas tecnologias com ATM (Asynchronous Transfer Mode), enviando células por caminhos virtuais através de campos de verificação.

2. Motivação

O MPLS propõe um método para gerar uma estrutura de comutação sob qualquer rede dedata-gramas, criando circuitos virtuais a partir das rotas organizadas pelos protocolos de roteamento da camada de rede.
As redes de fornecedores de serviço IP têm vindo a evoluir para uma estrutura em dois níveis – um núcleo (core) de alta velocidade que interliga routers IP localizados na periferia (edge), onde se situa a inteligência de processamento.
A arquitetura CLIP (Classical IP over ATM),do tipo overlay, segue este modelo, sendo caracterizada por dois tipos de equipamentos routers IP, mas apresenta diversas limitações como o fato de routers IP, e comutadores ATM não compartilham informação topológica o que impede uma otimização conjunta de recursos, além de cada rede tem os seus protocolos próprios de encaminhamento e sinalização e o seu espaço de endereçamento, com naturaisduplicações e ineficiências, o que justificou a pesquisa de novas soluções baseadas no conceito de comutação multi-camada (multilayer switching), de que o MPLS se constitui atualmente como referência. As arquiteturas de comutação multi-camada integram técnicas de comutação baseadas em etiquetas (label swapping forwarding), realizadas na camada de ligação de dados, com técnicas de encaminhamentocaracterísticas da camada de rede (network layer routing).
A comutação opera por intermédio de software (label swapping), em uma camada que poderia ser considerada intermediária entre o nível de enlace e o de rede. Dessa forma, após gerar um circuito, uma rede MPLS processa o cabeçalho de rede de um pacote que trafegue nela apenas no primeiro roteador do caminho. Isto permite que os roteadores IP...
tracking img