Movimentos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

MOVIMENTOS SOCIAIS

A maioria dos teóricos sociais concorda em que neste modo de ação coletiva engloba um tipo especifico de relação socialmente conflitiva. O tipo clássico é o movimento operário que marcou a sociedade industrial do século XIX ao inicio do século XX. Mais recentemente nos anos 60, a maioria dos países do ocidente vivenciou importantes movimentos sociais.Ex. movimento estudantil, movimentos pelos direitos civis e os movimentos pela paz.
Enquanto nos países de terceiro mundo surgiram movimentos de libertação nacional durante os anos 70 e inicio dos anos 80 um grande numero de movimentos sociais proliferou atreves da America do norte e da Europa – movimentos de mulheres, ecológicos, antinucleares e pela paz, bem como movimentos pela autonomiaregional.
Em outras partes, surgiram movimentos fundamentalistas enfatizando a especificidade cultural. Muitos movimentos sociais desafiam estruturas institucionais, modos de vida e de pensar, normas e códigos morais. Na verdade os movimentos sociais estão intimamente ligados à mudança social, e vários aspectos da sociedade contemporânea são provavelmente conseqüências das ações dos movimentossociais.
De um ponto de vista teórico, também os movimentos sociais se colocam no centro da discussão cientifica social. Afirmando que o comportamento coletivo e movimentos sociais são conceitos centrais da teoria sociológica e o fato de o uso da atual expressão ser bastante impreciso, mesmo na literatura profissional, pode dever-se em grande parte à excessiva variedade de fenômenos que baseiam naexperiência e não no estudo aos quais essa noção potencialmente os aplica.
Tal como a maioria das noções das ciências sociais, a de movimentos social não descreve parte da realidade, mais é um elemento de um modo especifico de construir a realidade social.
Os paradigmas teóricos dos movimentos sociais podem ser considerados sob diferentes rubricas.

MOVIMENTO COOPERATIVOAssociações de pessoas trabalhando juntas para a produção e distribuições de bens, as cooperativas assumiram uma variedade de formas em diferentes contextos nacionais. O controle democrático é a diferença essencial entre as formas de propriedade capitalista e cooperativa. Ao contrario da empresa acionaria, cada membro tem os mesmos direitos de voto independente do numero de quota que possua aparticipação e poder, e não a posse individual do trabalho abstrato e petrificado de outras pessoas.

Uma característica comum sempre foi o impulso ético, idealista. Desde o inicio, a cooperação foi encarada como um meio de construir uma alternativa ao capitalismo, de baixo para cima, substituindo o individualismo burguês por uma sociedade baseada na reciprocidade e na solidariedade social.Por meio da associação mutua, eliminar a atual sistema industrial e substituir o bem comum pela cooperação mutua como base de toda sociedade humana.
O movimento teve origem na Grã- Bretanha, durante o desenvolvimento do capitalismo industrial, no final do século XVIII; foram fundadas manufaturas cooperativas a partir da década de 1970, indicio do confronto entre a economia moral dostrabalhadores pobres.
Hoje a mais de 100 milhões de pessoas que pertencem a cooperativas na Europa e America do norte. A experiência mais promissora desde a segunda guerra mundial é o complexo de Mondragon, na região basca do norte da Espanha.

MOVIMENTO DA JUVENTUDE

Envolvendo a tentativa organizada e consciente, por parte dos jovens (entre o final da adolescência e o inicioda idade adulta), de promover mudanças sociais e políticas ou resistir a elas, o movimento da juventude pode surgir quando a instituições tradicionais não conseguem atender as necessidades de um grupo etário na sociedade, e quando um grupo critico de jovens toma consciência de suas dificuldades comuns e sente que algo pode ser feito para aliviar seus problemas .
A discrepância entre as...
tracking img