Movimentos sociais na primeira republica brasileira

Movimentos sociais na Primeira Republica


Introdução
Neste trabalho falaremos sobre os movimentos sociais ocorridos no Brasil durante a primeira republica. A principal causa de todas as revoltas é o descontentamento da população contra o regime politico, através de varias formas de protesto. Falaremos dos principais e mais conhecidos movimentos: a revolta da armada do Rio de Janeiro, aRevolução federalista do Rio Grande do Sul, o coronelismo liderado pelo padre Cicero, o cangaço, a guerra de canudos liderada por Antônio Conselheiro, a semana de arte moderna de 1922, o tenentismo, a revolta da vacina e a revolução de 1930.

A REVOLTA DA VACINA
 Revolta do povo da cidade do Rio de Janeiro contra a vacinação obrigatória contra a varíola, devido a Lei baixada por Oswaldo Cruz,Ministro da Saúde de Rodrigues Alves.
 A Revolta foi causada pela ignorância do povo e por culpa da Imprensa. A população desconfiava da vacina, achando que em lugar de imunizar causava a doença.
 A Revolta foi provocada também pelas medidas violentas tomadas pelas Brigadas sanitárias, que fechavam as ruas e protegidas por soldados, utilizando a força, vacinavam o povo de casa em casa.
 ARevolta estourou em 10 de novembro de 1904, no Rio de Janeiro, construindo barricadas nas ruas, incendiando bondes, depredando e saqueando lojas.
 Os alunos da Escola Militar e os positivistas republicanos (afastados do poder) juntaram-se ao povo, protestando contra o governo e contra o custo de vida.
 A Revolta foi facilmente controlada, a população foi vacinada e a varíola deixou de ser doençaepidêmica no Rio de Janeiro.
O CANGAÇO
 Eram grupos de cangaceiros ou de jagunços que se opunham à estrutura fundiária nordestina, buscando lutar contra a exploração imposta pelos grandes fazendeiros e contra a miséria e a fome que dominava o sertão da Região Nordeste.
 Os cangaceiros e jagunços tiveram origem nos grupos ou bandos de jagunços contratados e mantidos pelos grandes fazendeiros doNordeste, no papel de "coronéis" ou "chefes locais" que usavam esses capangas para impor sua lei e sua vontade na região por eles dominada.
 O domínio do sertão por esses coronéis foi quebrado pelo aparecimento dos "Bandos de Cangaceiros", resposta do "Sertão", da população pobre e violentada, contra a exploração que sofriam por parte desses grandes fazendeiros.
 Os Cangaceiros, grupos nômadesque passaram a dominar o sertão nordestino, surgiram a partir dos finais do século passado (século XIX) e início do século XX, nas regiões do Cariri (Ceará), oeste de Pernambuco e sertão da Paraíba, espalhando-se por todo o sertão do Nordeste.
 Os principais grupos de Cangaceiros foram os de:
 Antônio Silvino, o Rei do Cangaço;
 Virgulino Ferreira da Silva, o famoso "Lampião" (morto em1938);
 "Corisco", sucessor de "Lampião" (desaparecido em 1940);
 O apogeu do Cangaço ocorreu entre 1925 e 1935 e seu desaparecimento ocorreu na década de 1940.
 Os Cangaceiros roubavam fazendas, tomavam terras, auxiliavam chefes políticos, lutavam contra chefes políticos ao sabor de seus interesses e necessidades. A população das fazendas e cidades se dividia, havia os que auxiliavam oscangaceiros (chamavam-se "coiteiros") e os que auxiliavam "os volantes", a polícia do sertão (chamada de "os macacos") criada para caçar os cangaceiros, destacamentos policiais móveis.
 Apesar de terem desaparecidos os Cangaceiros, as disputas no Sertão continuam até os dias de hoje.
A GUERRA DE CANUDOS (1896-1897)
 Canudos é uma região situada no nordeste da Bahia, às margens do Rio Vaza – Barris,em pleno sertão baiano.
 Canudos foi um movimento popular rural de cunho religioso e místico, que foi a forma de contestar a miséria, através da luta pela salvação e a maneira de contestar o rígido catolicismo que não respondia aos anseios de uma população marginalizada pelo abandono e pela fome.
 O líder de Canudos foi Antônio Conselheiro, um Beato, com forte base cultural, leitor inveterado...
tracking img