Movimento cultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (256 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fórum 1.

Quais as principais motivações para os movimentos de reforma da Administração brasileira?

No Brasil, assim como nos demais países do mundo, os movimentos reformistassurgiram da percepção da natureza da crise, que em nosso país foi latente nos anos de 1979 a 1994. Contudo, atualmente, para Brand (2001 apud Bergue, 2010), no caso brasileiro, um doseixos de impulso para a transformação é, de fato, o próprio estágio de desenvolvimento experimentado pela sociedade contemporânea, que impõe ao Estado novas e por vezes contrastantesdemandas.
As tensões externas, atribuídas ao fenômeno da globalização e as tensões internas, decorrente do aumento da demanda da sociedade por serviços públicos são caracterizadoscomo motivação para as transformações em organizações públicas. (Berge, 2010).

Quais os efeitos de tais mudanças na cultura das organizações públicas?

As mudanças ocorridas naAdministração pública estão sujeitas à resistência, entretanto tal entrave pode ser abrandado, em face da capacidade dos indivíduos afetados de constatar os benefícios advindos com ainovação.
Mesmo trazendo alguns contra-sensos o processo de resistência é salutar, Chu (2005 apud Bergue, 2010), sita sete pontos positivos oriundos desta ação: Contribuição para aidentificação e tratamento de lacunas; Identificação dos riscos envolvidos; Estímulo à reflexão e discussão; Melhoria do relacionamento interpares; Aperfeiçoamento do processo decomunicação; Identificação das necessidades específicas década área; Verificação do alinhamento da mudança com os objetivos estratégicos da organização.

Fonte:

BERGUE, SandroTrescastro. Cultura e mudança organizacional. Florianópolis: CAPES/UAB, 2010.
PEREIRA, Luiz Carlos Bresser. Exposição no Senado sobre a Reforma da Administração Pública. Brasília: 1997.

.
tracking img