Motricidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4655 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicomotricidade e Relaxação em Psiquiatria
Janete Maximiano*

Resumo:
A autora pretende com este artigo apresentar os contributos terapêuticos da Psicomotricidade e relaxação em contexto de saúde mental, fazendo apenas abordagem à intervenção com adultos. Uma breve descrição do corpo como unidade biopsicossocial, encontra-se em jeito de introdução, passando em seguida à exposição do conceitoe modelos de intervenção em Psicomotricidade Clínica. Aborda em sequência o valor (psico) terapêutico da relaxação, enunciando alguns exemplos de técnicas utilizadas e orientadas segundo as características de cada indivíduo. A partir da sua experiência clínica com adultos, a autora apresenta a descrição de um caso clínico, que possibilita uma maior compreensão e clarificação da validade daintervenção em Psicomotricidade em saúde mental. Por fim, encontra-se um breve relato da experiência recente da Psicomotricidade no Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca. Palavras-chave: Corpo; Psicomotricidade; Relaxação; Diálogo tónico-emocional; Comunicação. ABSTRACT: The author pretends to present with this article, the therapeutic contributions of Psychomotricity and Relaxation inMental Health context, making only reference to adults intervention. A brief description of the body, as a bio psychosocial unity, is found in the introduction, which is followed by the explanation of conceptual and interventional models in Clinical Psychomotricity. The author makes reference to psychotherapeutic values of relaxation, giving some examples of

techniques and exposing a clinicalcase. Finally, the author briefly describes her recent experience of Psychomotor intervention in Psychiatric Service of Hospital Fernando Fonseca. Key-Words: Body; Psychomotricity; Relaxation; Emotional tonus dialogue; Comunication. O CORPO COMO EXPRESSÃO DE EMOÇÕES O corpo é matéria visível que reflecte as transformações psíquicas e afectivas, resultantes da interacção do indivíduo com os diversoscontextos em que se insere. A percepção directa da interacção dos sentimentos, emoções e pensamentos, é obtida a partir da mediação e indicações corporais que permitem inferir a presença de um "Eu". Husserl1 defende a teoria da inter-subjectividade, a qual refere que a ideia sobre a subjectividade do outro, se constrói por representações analógicas, a partir do "eu", corpo vivido. Esse corpo vividocomporta pensamentos e afectos, sendo um conjunto infindável de conhecimentos e influências. O corpo é o suporte e veículo da expressão emocional, é o conjunto de memórias, gestos, posturas, desejos pessoais, ou seja, de vivências essenciais para a construção da identidade e personalidade. A linguagem como expressão que materializa a racionalidade e o pensamento, permite ao ser humano projectar-separa além dos limites visíveis do seu corpo e deixar-se envolver num universo simbólico. Este universo coloca em foco questões existenciais que, em conjunto com as projecções, fazem com que nos consigamos observar acima da matéria concreta e palpável, e dizermos que temos um corpo ou somos portadores do corpo. Esta apropriação é um processo que acompanha o
Revista do Serviço de Psiquiatria doHospital Fernando Fonseca • 85

* Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação – Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca.

Janete Maximiano

crescimento. Assim que nascemos, tudo é corpo e faz parte de um só – o bebé – que vai construindo a sua linguagem através do toque, do contacto, do imprescindível diálogo tónico-emocional, que lhe sustenta e coordena a estabilidade dasua estrutura psico-afectiva. Nesta fase, a criança tem enervações sensório-perceptivas, mas não faz associações, uma vez que as áreas associativas não estão completamente mielinizadas. Assim sendo, depende inteiramente do outro para organizar e integrar a sua resposta e mapa corporal. Esta relação simbiótica permite ao indivíduo desejar através do seu corpo, da sua linguagem corporal 2. "Para...
tracking img