Morfologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
 

O presente artigo refere-se, ao estudo da morfologia na escola, enfatizando a importância do tema no processo ensino-aprendizagem, sendo que no termo morfologia, encontram-se os elementos. [morf.(o)] e [logia] do grego, morphe = "forma" e logia = "estudo". Portanto a morfologia é o estudo da formação e estruturação da palavra. E este trabalho tem como objetivo contribuir com oprocesso educativo e o entendimento morfológico, e servirá como subsidio para os interessados no estudo da morfologia e sua abrangência funcional, no estudo da estrutura da língua. Dentro dessa concepção o artigo fará referências: a importância da gramática no mundo da aprendizagem, a língua no âmbito de variabilidade e invariabilidade na gramática descritiva. E a morfologia como suporte da línguana realidade escolar. Assim o trabalho decorrerá através de pesquisas e estudos feitos por Mattoso Camara e outros lingüistas que se preocuparam com está área de estudo.

 

1. A IMPORTÂNCIA DA GRAMÁTICA NO MUNDO DO APRENDIZADO

Sabe-se que a comunicação e interação do homem se dá através da língua, e esta forma de comunicação acontece de maneira clara e objetiva através da fala, escrita eetc. Sendo esta maneira de exteriorizar suas idéias, sensações e organiza-se em sociedade. Analisando o contexto que organiza esta comunicação entre seres capazes e dotados de inteligência. Para compreender regras e normas. Observa-se que muitos limitam-se a deixar para os estudiosos da área do papel de compreender, falar, escrever de acordo com a "dita" norma culta. Outros pensam que gramáticaé somente um  manual com regras e normas utilizadas por aqueles que buscam na sua fala e escrita expressar-se guiados pelo uso da norma culta, e que consideram o conhecimento da gramática como um componente indispensável para o bom entendimento de um texto. Outros ainda julgam-se incapazes de entendê-la. Observa-se que este pensamento é algo cultural, "não é possível  aprender gramática". Portantotem-se um embate, como quebrar este paradigma. De acordo com Bagno (2007) que questiona e responde.

 

"Gramática é ou não é para ensinar? A resposta é: se for para ensinar gramática como mera repetição da doutrina tradicional, anacrônica e encharcada de preconceitos sociais, definitivamente não é para ensinar gramática. Se ensinar gramática for entendida como decoreba de nomenclatura semnenhum objetivo claro e relevante, analise sintática de frases descontextualizadas e as vezes até ridículas, definitivamente não é para ensinar gramática, mas se por gramática entendermos o estudo sem preconceitos do funcionamento da língua, do modo como todo ser humano é capaz de produzir linguagem e interagir socialmente através dela, por meio de textos falados e escrito. Portadores de umdiscurso, então, definitivamente é para ensinar gramática sim".

 

            Observa-se que é possível ensinar e aprender gramática, e assim amenizar as confusões que até mesmo os universitários fazem. Por exemplo: confundir, língua e linguagem, norma culta e norma padrão. Achando que tudo é a mesma coisa, não consegue fazer a diferenciação entre ambas. O aluno precisa está apto para fazer essadiferenciação de forma coerente e assim poder observar a grande dicotomia que difere a gramática normativa da descritiva, internalizada, reflexiva e todas as suas variações.

 

2. A LINGUA NO ÂMBITO DE VARIABILIDADE E INVARIABILIDADE NA GRAMÁTICA DESCRITIVA

            A gramática descritiva trabalha com todas as variedades da língua, e não somente com a, culta. Sendo estas variedades, arealidade de todos os falantes, já que se encontram inseridos em um determinado grupo que faz uso de um dialeto que é uma variante, que pode ser, regional, social, etc. Por exemplo, no Brasil o português é o idioma oficial, mas sabe-se que dentro do Português tem-se as variações regionais, o povo do sul, nordeste, norte e assim sucessivamente falam diferentemente uns dos outros e todos falam o...
tracking img